Prefeitura inicia remoção de veículos abandonados

Matheus Augusto

Os carros abandonados em Divinópolis começaram a ser removidos das ruas da cidade. Agentes da Secretaria de Trânsito, Transportes e Segurança Pública (Settrans) realizaram, nesta terça-feira, 7, a retirada de dois veículos. A expectativa, conforme informou a secretaria ao Agora, era de remover quatro automóveis.

— Um era uma carcaça sem rodas e o guincho não conseguiu remover. E outro veículo tinha um terceiro que impedia o acesso do guincho para realizar a manobra de retirada — explicou a pasta.

Com isso, a secretaria ainda estuda alternativas para remover os dois veículos não retirados durante a ação.

Tem mais

Mas a operação não termina com a ação desta terça-feira. A secretaria explicou que a retirada dos quatro veículos é referente apenas à primeira fase da operação.

— Estes são da primeira notificação, feita no dia 24 de dezembro 2019. Ontem foi feita mais uma notificação, de outros veículos, dando prazo até 17 de janeiro de 2020 — declarou.

Balanço

O levantamento da Settrans aponta que parte dos proprietários tem colaborado com a operação para remover os carros abandonados da cidade.

— Do dia 16 de dezembro de 2019 (início da operação “Abandonado”) até o dia 7 de janeiro de 2020, a Settrans recebeu 76 denúncias. Dessas, 34 foram atendidas até a data de ontem — apresentou.

A secretaria ainda informou que cinco responsáveis demonstraram interesse em remover o veículo, mas ainda buscam um local adequado.

— Até o momento dois [automóveis abandonados] foram removidos pela Settrans, 14 foram retirados pelos proprietários e cinco pediram dilação de prazo por se tratarem de veículos de grande porte e acarretar dificuldade de providenciar local de guarda — ressaltou.

Operação

A Settrans iniciou a operação “Abandonado” no dia 16 de dezembro. Na oportunidade, agentes da secretaria foram aos locais com denúncias de carros abandonados notificar os proprietários com a afixação de um selo.

— A operação foi viabilizada através do Decreto Municipal 13.194/2019, que regulamentou a Lei Municipal 8.476/2018. A publicação determina que os veículos em situação de abandono deverão ser retirados das vias públicas do município e guardados em locais adequados, abrigados das intempéries e do acesso de terceiros — explicou a Settrans ao iniciar a operação.

Procedimentos

A própria população pode informar à secretaria sobre veículos nesta situação. Quem tem conhecimento de um carro abandonado pode denunciar através do (37) 3222-1102.

Sobre o destino dos veículos, a Prefeitura relatou ter feito uma parceria com a Polícia Civil (PC) para encaminhá-los para o pátio do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran). Uma vez removido, o proprietário terá 60 dias para se apresentar e regularizar a situação. Caso o prazo se esgote, o veículo poderá ir a leilão.

Projeto

A operação tem como base a lei 8.476, de autoria do vereador Sargento Elton (Patriota). No texto, o edil alega que, além da ocupação de um espaço público, os veículos abandonados podem acumular água e funcionar como esconderijo para materiais roubados e drogas.

— Os veículos abandonados em via pública têm se tornado um desafio cada vez mais preocupante aos gestores na maioria dos municípios brasileiros, pois ocupam indevidamente o espaço público, impedem o estacionamento de outros veículos e chegam a se transformar em um sério problema de saúde pública e de segurança, na medida em que, em diversos casos, a carcaça e os restos do veículo passam a permitir o acúmulo de água, sujeira e se transformam em depósito de dejetos e um enorme e eficiente criadouro de mosquitos (Aedes aegypti), transmissores de várias pestes, dentres elas as famigeradas zika, dengue, chikumgunya, febre amarela, dentre outras, além de servir de esconderijo para usuários de drogas, assaltantes e toda a gama de criminosos — justificou o vereador.

O projeto foi aprovado em 9 de julho de 2018.

Comentários
×