Prefeitura firma convênio para receber estagiários de medicina

Acordo permite a atuação de estudantes na UPA

Da Redação
 
O prefeito Galileu Machado (MDB) assinou nesta segunda um convênio com a Universidade de Itaúna e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social (IBDS), atual gestora da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto, com o objetivo de utilizar as instalações de saúde da rede municipal para a realização de estágios curriculares obrigatórios e residência do curso de Medicina. A previsão é de que 50 estudantes atuem em Divinópolis em 2020. 

— Parcerias como essa são importantíssimas para o Município, principalmente em momentos de dificuldades financeiras. Com esse trabalho, que será realizado na UPA e nas unidades de saúde, urbanas e rurais, poderemos oferecer maior possibilidade de atendimento”, destacou o Prefeito Galileu Machado, durante a solenidade e acrescentou: “É importante destacar que são estudantes dos últimos períodos, prestes a se formarem, e já com experiência em atendimento. E aqui eles terão a preceptoria de profissionais altamente gabaritados no acompanhamento do estágio — frisou.
 
Para o reito da universidade, Faiçal David Freire Chequer, a parceiria é benéfica para todos os lados.

— Além da ampliação no atendimento, a parceria agrega ainda recursos ao custeio da saúde, com o repasse pela Universidade de R$ 2.130,00  por aluno. É importante destacar também que a prioridade é justamente para os estudantes de Divinópolis, o que permite um aprendizado ainda mais humanizado, mais próximo de cada um deles — ressalta.
 
O representante do IBDS, Bráulio Viana, reafirmou a importância da parceria para a formação de novos profissionais e a contribuição para a população.

— É com muita satisfação que o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social assina esse convênio com a Universidade de Itaúna, com interveniência da Prefeitura de Divinópolis. Reconhecemos a importância para a UPA Padre Roberto, pois, além da presença dos alunos do curso de medicina na prática assistencial da unidade, teremos a oportunidade de melhorar a estrutura e ambiência com os recursos da contrapartida da universidade — destacou.
 
Segundo ele, o instituto se obriga a realizar o repasse do pagamento dos médicos preceptores e os recursos remanescentes serão utilizados para a aquisição de um capnógrafo, de um carrinho de emergência e na reforma e adequação estrutural da pediatria.
 
— Nossa satisfação de constituir essa parceria consiste basicamente na possibilidade de melhorar a estrutura dessa unidade, tão necessária para a população de Divinópolis — concluiu.
Comentários
×