Prefeitura faz reparos em estragos causados pelas chuvas

Secretarias trabalham em conjunto para agilizar ações

Da Redação

As chuvas que caíram em Divinópolis nos últimos dias causaram estragos em diversos pontos da cidade. Em bairros como, Nações, Sidil, Centro, Icaraí e Lagoa dos Mandarins, houve queda de árvores, galhos e até destelhamento.

Os ventos fortes também foram um agravante. Na sexta-feira, 1° e sábado, 2, por exemplo, os o Corpo de Bombeiros receberam diversos chamados de ocorrências, num total de 45.

Neste sábado, 3, quando choveu também na cidade e região, as equipes operacionais dos Bombeiros estiveram em prontidão e continuam, visto que há previsão de chuvas fortes acompanhadas de ventania.

Reparos

Sobre as quedas de árvores em consequência das chuvas, a Secretaria de Meio Ambiente, por meio do chefe da pasta, Ezequiel Cilas, informou ao Portal Agora que está atenta e acompanhando a situação.

O secretário disse ainda que as quedas de árvores na cidade são recorrentes por se tratar de árvores antigas e da morosidade na execução dos pedidos de cortes, o que acaba dificultando a supressão das árvores antes de sua queda.

 

— Neste sentido, buscando soluções imediatas para resolver a situação, reunimos na manhã deste sábado com a vice-prefeita Janete Aparecida e com o secretário de Operações, Serviços Urbanos e Agronegócio (Semsur), Gustavo Mendes, e decidimos conjuntamente que o setor de análise técnica, que até então está lotado na Seplam, será transferido para a Semsur como forma de agilizar a execução dos cortes de árvores, já que os pedidos e as execuções são feitos pela secretaria comandada por Gustavo Mendes  — explica.

Áreas verdes

O secretário de Meio Ambiente disse também que a Secretaria de Meio Ambiente irá elaborar o Plano Municipal de Arborização Urbana e Paisagístico para aumentar as áreas verdes da cidade através de diretrizes de execução e com metas para curto, médio e longo prazo. — O plano será o instrumento de planejamento e disciplina para o plantio, manejo, preservação o e expansão da arborização na cidade com o objetivo de melhorar o cenário paisagístico, além de evitar conflitos entre a arborização e outros equipamentos públicos, como fios, postes e sinalização de trânsito, como vista nas fotos anexas, evitando maiores danos ao meio ambiente e à população — completou.

Com o plano será possível realizar o replantio e plantio de árvores por toda a cidade.

 

Será discutido junto ao Codema a aprovação de norma para que as compensações ambientais possam contemplar a arborização na cidade.

 

Comentários
×