Prefeitura de Samonte viabilizará 10 leitos de CTI na Santa Casa

Da Redação 

A Prefeitura de Santo Antônio do Monte viabilizará 10 leitos de Centro de Terapia Intensiva (CTI) na Santa Casa de Misericórdia. Em junho deste ano, o prefeito Dinho do Braz fez a solicitação para a criação do CTI na Santa Casa à Superintendência Regional de Saúde de Divinópolis (SRS/Div), à Secretaria de Estado de Saúde (SES), e também ao Ministério da Saúde, e, no dia 19 de setembro, a SES expediu a autorização para a implantar os leitos no hospital da cidade.

O atendimento será feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Dinho ressalta que este era um sonho de mais de 30 anos de toda população, e que em breve será realizado.

— Há mais de 30 anos que o povo sonhava com a vinda do CTI para a nossa cidade. O Governo Estado nos contatou nessa terça-feira, e pediu para que nós nos organizemos e iniciemos o processo de equipagem do CTI — informa.

Os leitos atenderão além de Santo Antônio do Monte, a população de Araújos, Perdigão e Pedra do Indaiá. Dinho reforça que a autorização só foi dada pois a Prefeitura se comprometeu a equipar o Centro de Terapia Intensiva. De acordo com o prefeito, o custeio de equipagem deve ficar em torno de R$ 2 milhões e o dinheiro já está em caixa, para que a implantação dos leitos se inicie.

— Eu já tenho esse dinheiro em caixa, pois eu já estava esperando essa conquista — enfatiza.

Segundo o prefeito, o próximo passo é alinhar com a direção da Santa de Casa de Misericórdia o início da implantação dos 10 leitos de CTI.

— Nós temos dois anos para implantar o CTI aqui, mas eu quero implantá-lo antes do prazo final. Nós vamos nos reunir com a direção da Santa Casa, para providenciarmos de forma legal, dentro dos parâmetros jurídicos, de que forma a Prefeitura irá comprar estes equipamentos, e colocá-los dentro da Santa Casa — destaca.

Atendimento

 A secretária de saúde, Carla Santos, enfatiza que a implantação dos leitos diminuirá o tempo de espera, de pacientes que necessitam de atendimento em um CTI.

— A implantação dos 10 leitos de CTI vai agilizar no atendimento ao paciente, porque muitas vezes a gente fica aguardando um tempo considerável por uma vaga de CTI, que é uma das maiores demandas que nós recebemos na secretária de saúde, hoje. Isso é a realização de um sonho — reforça.

SES

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) publicou no dia 19 de setembro, a Deliberação 2.777, que aprova a Rede de Urgência e Emergência da Região Ampliada de Saúde Oeste, no âmbito do Sistema Único de Saúde do Estado de Minas Gerais. Além de Santo Antônio do Monte, as cidades de Bom Despacho, Pará de Minas e Santo Antônio do Amparo também foram contempladas com a abertura de leitos de CTI.

Comentários
×