Prefeitura de Divinópolis responde a vereador que propôs prioridade no pagamento de servidores

Ricardo Welbert

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, 27, a Prefeitura de Divinópolis respondeu a uma proposta de projeto de lei protocolada na Câmara pelo vereador Cleitinho Azevedo (PPS) para que, em caso de atrasos nos pagamentos dos servidores municipais, o prefeito, o vice e os secretários só fossem pagos depois que todos os demais servidores tivessem recebido.

Segundo o governo, o salário ou qualquer outro benefício (como férias e 13º salário) do prefeito, vice-prefeito e secretários são pagos juntamente com o salário dos demais servidores em uma folha única.

— Prefeitura e Câmara são poderes independentes, tendo cada um sua própria regra no que se refere ao vínculo do pagamento dos agentes políticos e dos demais servidores. No caso da Prefeitura de Divinópolis, apenas servidores celetistas e aqueles vinculados ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) receberam o 13° salário. Todos os demais receberão até o teto de R$ 1,5 mil amanhã, dia 28. O restante do pagamento depende do repasse do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços], direito do Município, mas que há quatro semanas não é repassado pelo Estado — diz a Prefeitura na nota. 

Outro lado

Procurado pelo Portal Agora, o vereador rebateu:

— Os servidores podem ate receber no dia que o prefeito recebe. Mas o prefeito já recebeu e os servidores, não — questionou.

 
Comentários
×