Prefeitura de Divinópolis orienta população sobre Auxílio Emergencial

Da Redação

O governo federal liberou os cadastros para pagar o auxilio emergencial nesta terça-feira, 7. Com isso, muitas dúvidas surgiram em meio aos cidadãos. Ações de hackers, por meio de links duvidosos, também levantaram preocupação.

A fim de orientar a população e ajudar a manter a segurança de seus dados, a Prefeitura Divinópolis entrou em contato com a Caixa Econômica Federal para confirmar algumas informações.

O banco esclarece que as pessoas não inscritas no Cadastro Único até 20/03, mas que têm direito ao auxílio, devem se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial. Para os cidadãos que já possuem registro no CadUnico e se encaixam nos requisitos básicos para concessão, se tiverem conta na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil, o benefício cairá em conta automaticamente.

A Caixa explica ainda que os munícipes não precisam procurar as agências para cadastro, uma vez que ele é feito unicamente pelo site ou aplicativo disponibilizado e elas não possuem acesso, mas podem entrar em contato através do telefone 111 para tirar dúvidas.

O site e o aplicativo apresentam algumas estabilidades devido ao grande número de acessos neste primeiro momento, portanto o banco pede paciência por parte dos usuários.

A Prefeitura esclarece que os setores que realizam o Cadastro Único no município estão atendendo somente casos urgentes, como Benefício de Prestação Continuada (BPC) bloqueado, portanto, quem não tem o cadastro deve recorrer ao site da Caixa.

— A administração ressalta a importância de a população acessar somente os canais oficiais e não entrarem em links duvidosos, pois evitam que golpes sejam aplicados por hackers e pessoas má intencionadas — informou a Prefeitura.

O benefício

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus (Covid-19).

O benefício no valor de R$ 600,00 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$ 1.200,00. Quem recebe Bolsa Família poderá receber o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso. Neste período, o Bolsa Família ficará suspenso.

Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou aplicativo.

Comentários
×