Prefeitura de Divinópolis informa dívidas de locatários de hangares ao MPF

 

 

Jorge Guimarães 

A polêmica envolvendo a Prefeitura de Divinópolis e a Socicam, empresa que administra o Aeroporto Brigadeiro Cabral, continua a ganhar novas revelações a cada dia. Enquanto isso, a cidade segue sem os voos da Azul ligando a cidade ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). Agora, o caso chegou ao Ministério Público Federal (MPF).

O próprio prefeito Galileu Machado (MDB) esteve no órgão na última terça-feira, 3, e informou a dívida dos permissionários de hangares do aeroporto: R$ 1,4 milhão. A Procuradoria Municipal também estuda quais medidas serão tomadas.

Procurado, o Ministério Público Federal informou que espera novas informações por parte do Município.

– O MPF aguarda posicionamento oficial da Prefeitura sobre o desfecho dos entendimentos informados para contornar os problemas decorrentes da interrupção da execução do contrato com a Socicam. Posteriormente, avaliará quais medidas devem ser tomadas considerando o teor de recomendação encaminhada ao Município de Divinópolis em 2017 visando à remediação de diversas falhas apontadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na operação do aeroporto, notadamente em relação à utilização dos hangares – diz o órgão em nota.

Dívidas

 Em nota, a atual gestão da Prefeitura questionou os valores da dívida herdada do mandato anterior com a Socicam, administradora do aeroporto, e que foi divulgada pelo ex-prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) nesta semana.

O tucano apontou um valor de R$ 700 mil. No entanto, a Prefeitura assegura que o valor exato deixado em atraso junto a Socicam pela administração de Vladimir foi R$ 1.498.501,71.

Em nota divulgada na quarta-feira, 4, Vladimir atribuiu a dívida deixada pela sua gestão à falta de pagamento pelos locatários dos hangares, entre outros fatores.

 Busca de solução 

Ontem, o prefeito tinha reunião agendada com o presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Antonio Claret de Oliveira, para tentar alguma solução. Também participaria do encontro o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Alonso Dias.

Mais informações sobre essa reunião devem ser divulgadas hoje.

 

 

Comentários
×