Prefeitura de Divinópolis alerta: apenas 18% do público-alvo se vacinou contra Influenza

Da Redação

Já iniciada, a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em Divinópolis ainda não alcançou resultados satisfatórios. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) divulgou, na tarde desta terça-feira, 27, que, até o momento, apenas 18% do público-alvo buscou se imunizar.

Segundo o relatório divulgado, até na última sexta-feira, 23, foram aplicadas 4.260 doses da vacina em um público alvo de 24.557 pessoas, o que representa apenas 18% de imunização. Para esta campanha de vacinação, o município recebeu 17.210, divididas em três entregas que já aconteceram. Novas remessas serão entregues semanalmente. 

No grupo formado pelos trabalhadores da saúde, composto por um público estimado de 7.462, foram imunizadas 1.116 pessoas, 15% do total. Este público está sendo vacinado também em hospitais como São Judas, Santa Lúcia, Santa Mônica e as equipes móveis visitarão ainda o Complexo de Saúde São João de Deus e o Samu. A vacinação deste público, nestas instituições visa não sobrecarregar as unidades de saúde e gerar aglomeração.

Merece destaque também a vacinação das crianças de 6 meses a menores de 6 anos. Esse grupo é formado por um público estimado de 14.654 crianças e foram imunizadas apenas 3.447, o que representa 23,5% do total. É fundamental a atenção dos pais para que levem seus filhos para serem imunizados.

Outro público alvo desta primeira etapa desta campanha de vacinação é o das gestantes. De 2.096 gestantes, que é o público estimado, apenas 578 procuraram as unidades de saúde para serem imunizadas, o que representa 27,6% do total. O grupo das puérperas, que são as mulheres que tiveram parto até 45 dias, é formado por 345 mulheres e, deste total, apenas 119 foram imunizadas (34,5%).

Grupos prioritários e horários de vacinação

Para evitar aglomeração e manter o distanciamento social, reduzindo-se assim os riscos para a contaminação por Covid-19, esta campanha de vacinação está acontecendo com horários estratégicos para cada grupo prioritário nesta primeira fase.

O Ministério da Saúde dividiu a campanha em três fases, sendo que a primeira fase acontecerá de 12 de abril e 10 de maio, com o seguinte grupo prioritário: crianças de 6 meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas e povos indígenas. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis.

 A vacinação contra a Influenza nas unidades básicas acontecerá, nesta primeira fase, nos seguintes horários e grupos prioritários:

 

Unidades da Saúde da Família (ESF)

8h às 9h – Atendimento exclusivo para gestantes e puérperas.

9h15 às 13h – Atendimento exclusivo para crianças.

13h30 às 14h15 – Atendimento exclusivo a gestantes e puérperas.

14h30 às 16h30 – Atendimento exclusivo para trabalhadores de saúde.

 

Centros de Saúde

8h às 9h – Atendimento exclusivo para gestantes e puérperas.

9h15 às 13h – Atendimento exclusivo para crianças.

13h30 às 14h15 – Atendimento exclusivo para gestantes e puérperas.

14h30 às 17h – Atendimento exclusivo para trabalhadores de saúde.

 

Comentários
×