Prefeitura de Bom Despacho estabelece cooperação para iniciar projeto de Cidade Inteligente

Soluções inovadoras para iluminação pública, geração de energia e conectividade estão na proposta

Da Redação

A exemplo de outras prefeituras da Região Centro-Oeste, como Lagoa da Prata e Carmo do Cajuru, a Prefeitura de Bom Despacho assinou, nesta segunda-feira, 8, o acordo de cooperação técnica que viabiliza projeto de Cidade Inteligente, ou Smart City, para o município. Os estudos de viabilidade serão desenvolvidos pelo Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC Brasil), cujo programa de Parcerias Público-Privadas (PPPs) já implementou projetos como esse em Carmo do Cajuru e Ouro Preto.

         A PPP de Cidade Inteligente integra três soluções inovadoras e rentáveis para a gestão de Bom Despacho. Para a eficientização da iluminação, a proposta é implementar luminárias de LED, que geram menor custo e maior sensação de segurança ao cidadão, devido ao potencial de luminância dessa tecnologia.

Já no âmbito da conectividade, o projeto integra à iluminação pública a criação de uma infraestrutura de dados com fibra óptica, que oferecerá serviços como Wi-Fi gratuito nas vias públicas, videomonitoramento integrado ao sistema da Polícia Militar e Civil e internet cabeada em prédios públicos, como escolas, postos de saúde e hospitais.

Economia

Com o investimento nos painéis de Energia Solar Fotovoltaica, Bom Despacho terá geração de energia limpa e sustentável garantida. Além de mais economia, esse projeto representa um passo certeiro do município em direção a uma tendência promissora nos próximos anos: energias renováveis. Na prática, a implantação dos painéis prevê uma redução significativa na conta de energia dos prédios públicos da cidade.

Com a assinatura do acordo de cooperação técnica, o próximo passo é a capacitação do Governo Municipal. O IPGC realizará uma oficina para que o Governo esteja preparado para receber e executar o projeto em todas as etapas.

Comentários
×