Prefeitura confirma falta de papéis em unidades de saúde

Da Redação

Faltam médicos e agora falta também papel. Unidades de saúde estão sem o material para realizar a impressão dos resultados de exames para os pacientes. O vereador Ademir Silva (PSD) levantou a questão em seu pronunciamento na Câmara nesta quinta-feira, 23.

— O pessoal do posto de saúde do bairro Tietê e do bairro Quintino me procurou falando que na unidade não tem papel nem para pegar o resultado do exame de dengue. Nós sabemos que nossa cidade está infestada de dengue. As pessoas fazem o exame, vão lá pegar o resultado e não tem. A pessoa tem que levar [papel]. É uma vergonha. Infelizmente, nós estamos envergonhados com isso e começamos a investigar o porquê da falta de papel — discursou o vereador.

Continuando sua fala, Ademir citou três licitações, entre os meses de abril e maio, que foram realizadas pela Administração para a compra de papel. No entanto, nenhuma das empresas escolhidas cumpriu o acordo para fornecer o material. A Prefeitura informou que busca alternativas, porém sem dar detalhes.

— Já tem mais de um ano que nós estamos correndo atrás dessa licitação. Uma ganha e não quer, outra ganha e não leva, outra ganha e não pode; a outra fala que o frete está caro, o outro fala que o papel aumentou. E o povo lá na ponta, sofrendo — afirmou o vereador.  

Segundo o Executivo, apesar da falta de papel para impressão, os pacientes podem consultar os resultados na tela do computador, uma vez que as unidades de saúde contam com internet.

 

 

Comentários
×