Prefeitura confirma escalonamento do salário

Medida será adotada a partir deste mês; esclarecimentos serão detalhados hoje

Da Redação

O que os servidores municipais temiam, aconteceu. A secretária de Fazenda (Semfaz), Suzana Xavier, confirmou o escalonamento do salário a partir deste mês. A Prefeitura havia revelado a possibilidade do parcelamento em nota divulgada nesta segunda-feira, 21. A adoção da medida foi confirmada pela secretária durante reunião nesta quarta-feira, 23, com o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste de Minas Gerais (Sintram), Wellington Silva, o secretário-geral do sindicato, Demétrio Bento da Cruz, e o segundo secretário, Paulo Sérgio Machado.

Em nota, o sindicato informou que durante o encontro de ontem, a secretária confirmou que os salários de outubro já serão parcelados e não há previsão de regularização da situação, pois esta depende dos repasses de recursos, especialmente do governo estadual. Ainda de acordo com o Sintram, Suzana teria dito que “nós não temos mais onde cortar”.

— Segundo ela, de janeiro a setembro deste ano, os repasses do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), sofreram uma queda de 7,02%, agravando ainda mais a crise financeira — informou.

O sindicato pediu que o Executivo seja mais transparente em suas ações. De acordo com o Sintram, o vice-presidente, Wellington Silva, cobrou um cronograma de pagamento. Conforme também afirmou o sindicato, a secretária de Fazenda garantiu que enviaria ontem um documento ao Sintram oficializando a volta do parcelamento e garantiu que nenhum servidor ficará sem receber uma parcela do salário de outubro no quinto dia útil. 

— Nós queremos que o governo seja claro, transparente. O servidor precisa de uma previsão de quanto e quando vai receber para planejar a sua vida. De posse desse documento, vamos convocar uma assembleia para que a categoria possa deliberar sobre o assunto e decidir quais medidas deverão ser adotadas — cobrou o vice-presidente.

Coletiva

A Prefeitura de Divinópolis convocou a imprensa para uma coletiva, que será realizada hoje, para falar sobre “a situação crítica dos cofres municipais”. Entre os temas, está a arrecadação em queda, o salário dos servidores, pré-sal, a dívida do Estado e a renúncia de receita do IPTU.

Exclusivo

O Agora adiantou com exclusividade, na edição do dia 12 de abril, a possibilidade do escalonamento do salário dos servidores. Na matéria, a Prefeitura afirmou que o salário de abril seria quitado de forma integral no início do mês de maio, porém “a manutenção desse benefício em médio prazo ficaria comprometido”, devido aos cerca de R$ 120 milhões que o Estado deve ao Município em razão dos repasses segurados.

Comentários
×