Prefeitura ainda precisa de R$ 2,5 milhões para quitar folha

Da Redação

Parte dos servidores continua à espera de seus salários – ainda sem data para ser quitado. Essa é a realidade de 23% da categoria. A Prefeitura informou ontem que vai depositar R$ 1 mil na conta dos profissionais amanhã, totalizando um recurso de R$ 1,7 milhão, disponibilizado pela Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz) para a segunda parcela da folha salarial.

— Com o pagamento, 77% dos servidores receberão integralmente o salário, totalizando 3,4 mil funcionários, de acordo com os números da Secretaria Municipal de Administração, Orçamento e Informação (Semad) — declarou o Executivo em nota.

Anteriormente

A segunda parcela será paga seis dias depois de a Prefeitura quitar os vencimentos dos servidores municipais que recebem até R$ 2 mil. Conforme informou a Administração, com isso, 43% dos funcionários (1.948) receberam o salário em sua totalidade, um gasto total de R$ 7,8 milhões.

Para o restante dos profissionais, a Prefeitura ainda não definiu a data de pagamento.

— Para quitar o restante, serão necessários mais R$ 2,5 milhões. Nos próximos dias, a Fazenda anunciará nova parcela — explicou.

Realidade

A possibilidade do escalonamento foi levantada no fim de outubro e confirmada no início de novembro pela Secretaria Municipal de Fazenda. Uma das justificativas da pasta é de que a dívida do governo do Estado com a cidade, avaliada em cerca de R$ 120 milhões, prejudicou as contas municipais.

— O escalonamento do pagamento dos servidores foi devido à queda de receita e os repasses atrasados do Governo de Minas Gerais. (...) Ao longo de 2017 e 2018, o Governo do Estado deixou de repassar recursos que pertencem aos municípios, o que afetou o fluxo financeiro dos cofres da Prefeitura de Divinópolis — argumentou.

A Administração ainda declarou ontem que “tomou medidas austeras ao longo de toda a atual gestão, que refletem na capacidade de ter mantido o pagamento integral até setembro”.

Ameaçado

Além disso, a possibilidade de o 13° salário também ser parcelado não é descartada pela Prefeitura. Conforme informou o Executivo ao Agora na semana passada, a prioridade, no momento, é quitar a folha salarial.

Comentários
×