Prefeitura adianta pagamento do 13º

Da Redação

A novela do pagamento do 13º salário dos servidores da Prefeitura de Divinópolis parece estar chegando ao fim. O Executivo informou, no fim da tarde de ontem, 15, que pagará o benefício na próxima segunda-feira, 20. Em dezembro do ano passado, o Município havia anunciado que pagaria o 13º aos servidores somente no dia 31 de janeiro. Conforme esclareceu na nota, serão pagos mais de R$ 6,6 milhões referente ao benefício.

A Prefeitura já havia quitado, no mês passado, o 13º salário dos servidores da Educação, por se tratar de verba “carimbada” do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Este é o quarto ano seguido que os servidores recebem o benefício atrasado. Logo após a sua posse, o prefeito Galileu Machado (MDB) pagou o 13º salário referente a 2016, de responsabilidade do ex-prefeito, Vladimir Azevedo (PSDB). O benefício de 2017 só foi pago em 2018; o de 2018, quitado em 2019; e o de 2019, apenas neste ano.

Desta vez, a justificativa para o atraso do pagamento do 13º salário é a dívida de mais de R$ 120 milhões que o Governo do Estado tem com o Município, que deve começar a ser quitada por Romeu Zema (Novo) ainda no fim deste mês. A alegação foi a mesma utilizada em 2018, quando o anúncio do atraso da quitação do benefício foi feito. O ano eleitoral chegou e, de acordo com a Prefeitura, o prefeito definiu o pagamento o quanto antes do 13° salário de 2020 como prioridade, para cumprir o compromisso firmado com os servidores.

— Mesmo com toda dificuldade, pagaremos os servidores antes do previsto. Esforços são diários, mas estamos esperançosos que em 2020 vamos manter os pagamentos em dia — afirmou Galileu.

Salário

A Prefeitura anunciou mais uma vez o início do escalonamento dos salários dos servidores em outubro do ano passado. O Agora adiantou com exclusividade, na edição do dia 12 de abril de 2019, a possibilidade do parcelamento do vencimento dos servidores. Na matéria, a Prefeitura afirmou que a remuneração de abril seria quitada de forma integral no início do mês de maio, porém “a manutenção desse benefício em médio prazo ficará comprometido”, devido aos cerca de R$ 120 milhões que o Estado deve ao Município em razão dos repasses segurados.

Os salários só voltaram a ser pagos de forma integral neste mês. Os servidores receberam suas remunerações no dia 3 de janeiro.

Comentários
×