Prefeito trabalhador

 

O povo de Cajuru não tem queixas do prefeito. O jovem Edson Vilela vem dando um show de administração, mostrando que está antenado com o mundo em que vive, e distante da velha e imoral política. Não somente pela idade, (pouco mais de 50 anos) mas também pela vontade de acertar, trabalha de forma madura como empreendedor que é. Vilela já foi prefeito de Cajuru, e perdeu o cargo por um descuido do seu departamento jurídico. Volta agora com todo vigor...

...para atrapalhar ...

...a vida do secretário de Desenvolvimento de Divinópolis, José Alonso Dias, que também acumula a pasta do Turismo. E por que Edson está assustando o secretário local? Simples, alguns empresários, insatisfeitos com a demora das licenças ambientais, e sem incentivos fiscais convincentes estão procurando o vizinho prefeito, que abriu as portas da cidade acenando com a certeza da própria prefeitura emitir os laudos ambientais, o que Divinópolis por puro cochilo de quem tem poder, não conseguiu.

E mais!

Como Cajuru não tem Copasa, Edson dará licença ambiental para a própria prefeitura tratar o seu esgoto, tudo dentro da lei e da ordem. No momento, o prefeito está programado também para captar água do rio Pará, tratá-la e resolver o problema de São José dos Salgados. Diga a verdade, não é bom ter um prefeito assim?!

Enquanto isso...

...o assunto do momento em Divinópolis é a rixa ou briga mesmo entre os vereadores Edson Sousa com o presidente da Câmara, Adair Otaviano, que não lhe atende em nada. Edson se filmou, na porta do Ministério Público, levando o pedido de CPI negado pelo presidente. Ao negar o pedido, assinado inicialmente por 11 vereadores, o presidente mostra que é um homem público que não aceita bem contestações ao seu mando.

Esta Câmara...

...municipal, se não tomar alguma providência urgente em relação ao seu presidente, irá simplesmente se desmilinguir. Alguns vereadores, como o Sargento Elton, Dr. Delano, Edson Sousa e Print Júnior, com sua nova face, já se sublevaram publicamente contra as atitudes nem sempre educadas do vereador presidente, que no ardor de sua fala e com a garantia constitucional de um foro, que não é tão privilegiado assim, costuma ofender pessoas que não comungam com os seus atos.

Mas quem manda é Galileu

Enquanto for prefeito, os vereadores, em sua maioria, pelo menos até meados do ano que vem, rezarão na cartilha de Galileu, que impôs a sua vontade e colocou Adair Otaviano para presidir a Casa Legislativa, quando tinha outros nomes para isso. Está pagando o pato, pois, dentro da Câmara, não existe paz, o líder do prefeito caiu fora da função, enquanto o médico Dr. Delano abandonou a presidência da Comissão de Saúde. Isso em pouco mais de três meses e, como o mandato do “cara-crachá” é de dois anos, vai ter muita água rolando por debaixo da ponte. Ou o prefeito acorda, ou perderá a maioria. Simples assim.

Devagar e sempre

Este é o lema adotado pelo atual governo federal, que numa medida certa retirou o protecionismo à gasolina e ao óleo diesel, economizando milhões de reais. Com os cofres em baixa, os homens de ferro de Temer fazem “das tripas coração” para que as despesas não avancem mais ainda que a receita. Querem fechar o ano devendo menos e com isso, sem chance de aumentar impostos, não subsidia mais a gasolina. Os donos de veículos têm várias opções. Uma dela é deixar o carro em casa e usar o ônibus. Atualmente, está ficando em moda pegar táxi sempre que necessário. Não é por acaso que a venda de veículos diminuiu assustadoramente. É o futuro!

 

 

 

Comentários
×