Preço do etanol sobe 11% em três meses

 

 

Pablo Santos 

O preço do etanol nos postos de combustíveis de Divinópolis mantém tendência de alta no fechamento de outubro. Conforme os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o litro do derivado da cana de açúcar avançou 5,48% neste mês. Quando se compara com agosto, menor valor do ano, o álcool combustível teve o valor reajustado em até 11% nos postos da cidade.

De acordo com a pesquisa semanal da ANP, no começo de outubro o litro do etanol estava cotado nos postos da cidade a R$ 3,10. Na última semana deste mês, o litro do álcool combustível passou para R$ 3,20.  No menor valor, é possível abastecer por R$ 3,09 e, no maior, R$ 3,29, apontou a ANP.

No começo do mês, era possível abastecer nos postos da cidade ainda a R$ 2,99 no valor mínimo e, no valor maior, chegava a R$ 3,19, segundo a ANP.

Em setembro, o preço do litro do etanol era cotado em média a R$ 3,04. Já no mês anterior, o álcool combustível podia ser comprado por R$ 2,94, em média nos postos da cidade. Quando se compara agosto (R$ 2,94) com outubro (R$ 3,29), o litro do etanol nos postos da cidade avançou 11,22%, apontou a ANP.

 Brasil 

Os preços do etanol hidratado subiram nos postos de 16 estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada, segundo ANP compilado pelo AE-Taxas. Em outros nove estados houve queda.

Na média dos postos brasileiros pesquisados pela ANP, houve alta de 1,36% no preço do etanol na semana passada, para R$ 2,983.

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,399 o litro, em São Paulo, e o máximo individual ficou de R$ 4,800 o litro, em Rondônia. Apesar das seguidas altas nos preços, São Paulo mantém o menor preço médio estadual, de R$ 2,810 o litro, e o maior preço médio ocorreu nos postos do Amapá, de R$ 4,240 o litro.

 

Comentários
×