Precisamos colocar na cadeia aqueles que lesaram o País, diz Fabiano Tolentino

Da Redação

O deputado federal Fabiano Tolentino (CDN) disse, nesta segunda-feira, 11, que o debate em torno da prisão em segunda instância tem que ser centrado em princípios e na ética.

— Às vezes a Justiça não está na lei, mas nos princípios éticos, que é o que a maioria dos deputados busca nesta comissão. Precisamos colocar na cadeia aqueles que lesaram o nosso patrimônio, a nossa pátria e nos roubaram — argumentou.

Ao analisar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), Tolentino disse que a maioria dos ministros decidiu como se o Brasil fosse um país do Primeiro Mundo.

— Aqui não é a Dinamarca ou a Suécia, onde a Justiça funciona — analisou.

Ele também questionou o “voto de Minerva” do presidente do Supremo, Dias Toffoli, que decidiu para que as prisões só aconteçam depois do trânsito em julgado.

— Aí vem o voto de Toffoli para acabar com a prisão em segunda instância. Logo ele, que foi indicado por Lula. Então, tem algo por trás disso aí. As pessoas já estão sendo soltas — afirmou.

No fim da fala, Fabiano Tolentino disse que o 7 de novembro, dia em que o STF mudou a interpretação sobre o assunto, será lembrado com tristeza pela sociedade.

— Nós temos tido no Brasil dias péssimos e dias ruins. Mas este 7 de novembro ficará marcado como Dias Toffoli, o pior da história recente deste País — destacou.

Comentários
×