Precisa de mais

Editorial 

Os vereadores de Divinópolis enfim deram um pequeno passo rumo à decência. Os parlamentares aprovaram na manhã de ontem a redução de 25% do salário dos vereadores. A iniciativa é muito interessante, mas ainda não chega perto do que os divinopolitanos precisam neste momento. Afinal, a medida só será válida para a próxima legislatura, ou seja, os vereadores receberão na legislatura de 1º de janeiro de 2021 a 31 de dezembro de 2024, em parcela única, o salário mensal de R$ 9.133,23. Inicialmente, o texto apresentado pela Mesa Diretora previa o subsídio de um salário mínimo, ou seja, R$ 1.045,00, mas, na 4ª Reunião Extraordinária, realizada na última quinta-feira, 23, a proposta recebeu a Emenda Modificativa Nº 009/2020, apresentada pela vereadora Janete Aparecida (PSD), passando os atuais R$ 12.177,65 para R$ 9.133,23. 

Dá um alívio pensar que medida gerará uma economia de R$ 663 mil ao ano e de R$ 2,6 milhões por legislatura, ou seja, em quatro anos. Dá certo alívio pensar que ainda existem vereadores que trabalham, ou pelos menos tentam trabalhar, de verdade por Divinópolis. O que a população queria e merecia era uma ação imediata. O que a população esperava era algo para agora, mas, como não teve, já dá um alívio pensar que nos próximos quatro anos o Poder Legislativo vai economizar, afinal, ninguém sabe o que espera para 2021, quando tudo isto tiver acabado. E tudo o que vier de economia ainda é pouco. É preciso que os representantes do povo se esforcem ao máximo para garantir o melhor para o povo, estando eleitos ou não. É isso que a população espera deles. 

Como sempre, três vereadores utilizaram a votação para fazer politicagem. Votaram contra a emenda, pois queriam aparecer para seus eleitores. Gravaram seus vídeos, fizeram seus discursos apaixonados. Mas aí vem a pergunta: seus discursos e seus vídeos fazem algo por Divinópolis? Ou são apenas opiniões que não tiram a cidade do buraco? Há muito tempo o Agora vem “batendo na mesma tecla”, que as grandes ações que são feitas na cidade pelos vereadores não estão em vídeos, em pedidos de curtidas e compartilhamentos. As grandes ações não estão em discursos apaixonados, acalorados, e de oposição à Prefeitura. As grandes ações do Poder Legislativo são assim: precisas e sem show. E já dizia aquele velho ditado: quem fala muito dá bom dia a cavalo. 

Engana-se o político que acha que conquista eleitorado apenas com vídeos. Vídeo não é sinônimo de trabalho. Discurso eleitoreiro não sinônimo de trabalho. Muito pelo contrário, é sinônimo de vergonha, pois mostra apenas a podridão que existe na política. Usar da dor alheia, do momento de incertezas, de inseguranças, de vulnerabilidade para fazer politicagem nada mais é que do que vergonhoso. Divinópolis precisa de mais. A esperança agora é que a cidade dê passos, nem que sejam pequenos, rumo à decência. A esperança é que nem que seja neste ano, ano eleitoral, os vereadores estejam dispostos a trabalhar e que o Executivo também dê exemplo, afinal, uma andorinha não faz verão. Divinópolis precisa de mais. 

Comentários
×