Pré-Carnaval promete aquecer vendas na cidade

Jorge Guimarães

Faltando menos de um mês para o Pré-Carnaval,  marcado para o próximo dia 15, o comércio de alimentos, bebidas e, ultimamente, de acessórios e instrumentos musicais espera crescimento no faturamento, haja vista o número crescente de blocos e foliões a cada edição da festa.

— Desde 2017, quando foi realizada a segunda edição do Bloco do Cléo, nossas vendas aumentam a cada ano. No ano passado, cresceram entre 15% e 20%, sendo os itens como baquetas, peles e outras peças de reposição para instrumentos de bateria os que mais tiveram saída — detalhou o gerente de uma loja de instrumentos musicais João Davi Ferreira.

Assim, o renascimento da festa de Momo na cidade, mesmo não sendo nas datas oficiais, traz uma certeza de bons negócios para os próximos dias. E, neste ritmo, outros segmentos, como o de vestuário e calçados, também seguem atrás do trio elétrico.

Um dos setores que mais podem faturar é o da alimentação. Nos supermercados, a carne bovina já dá sinal de que os preços estão recuando, mas não aos níveis anteriores ao do aumento, mas já demonstram certo equilíbrio. Ontem, em um supermercado a chã de dentro, que chegou a ser comercializada a R$ 30 estava a R$ 24,90, e em promoção estava o coxão duro, a R$ 21,90. Isso sem falar nas promoções de cervejas que estão em quase todas as gôndolas.

— Estamos com várias promoções e o cliente pode escolher desde a artesanal até as industrializadas. Temos para todos os gostos e bolsos — disse o gerente Wallace Sousa.

Vendas

Com os preços ficando estáveis, a rua Pitangui e as de seu entorno, que devem receber um ótimo público, ficarão cheias de ambulantes, servindo os mais diversos sabores de churrasquinho e aquela cerveja gelada, para deleite do público presente.

— Tenho que tirar o alvará de licença para minha cozinheira e sua irmã trabalharem no dia. Eu estarei com outras barracas espalhadas também, não posso deixar passar em branco essa oportunidade de ganhar uma grana extra — disse o empresário de entretenimento Renato Mendes.

Comentários
×