Praça do Santuário é palco da 1ª Virada Cultural de Divinópolis

 

Da Redação

A 1ª Virada Cultural de Divinópolis será realizada neste fim de semana, com inicio no sábado, 7, às 9h, e seguirá até as 12h do domingo, 8.

A Praça Benedito Valadares, mais conhecida como Praça do Santuário, se tornará o palco do evento, recebendo artistas plásticos, dançarinos, músicos, atores, escritores, contadores de histórias e terapeutas.

A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semc), apoia a integração das manifestações culturais visada pelo Grupo de Educação, Ética e Cidadania (Geec). 

O movimento tem como fundamento o resgate do amor à arte e à cultura no coração da cidade. O evento, realizado em praça pública, é totalmente gratuito e contará com atrações para todas as idades. O objetivo da virada é atender aos mais diversos interesses e reacender a curiosidade da população por cultura.

A programação inclui teatros, apresentações musicais, saraus poéticos, exposições de artes, bate-papos literários, lançamentos de livros, oficinas infantis, prática de yoga e terapias alternativas, exibição comentada de filmes de diretores divinopolitanos, utilizando o Centro de Artes, que será aberto para acolher o evento. 

Ocupar espaços públicos levando cultura para a comunidade é o intuito do Geec.

— Somos seres artísticos, a arte faz parte de nós. Precisamos aprender a usá-la como instrumento de integração e aprendizado — esclareceram membros do grupo. 

Outro aspecto essencial é a ampla programação que envolve o projeto, ressaltou Daniel Bicalho, coordenador da Virada Cultural.

— Nossa meta é atingir todas as faixas etárias, contribuindo para a experiência das pessoas inseridas na Virada — explicou.

— Aguardamos as famílias divinopolitanas na Praça, nossa expectativa é alta e queremos perpetuar esse projeto nos próximos anos — comemorou Daniel. 

Segundo o secretário Municipal de Cultura, Gustavo Mendes, Divinópolis é um importante berço cultural.

— Vivemos em uma cidade repleta de arte, mas precisamos aprender a valorizar nossos artistas — explicou.

— A praça é o lugar ideal para aproximar o cidadão dos artistas. Praça simboliza encontro e cultura — complementou o secretário. 

Programação 

A abertura da Virada, no dia 7, será realizada com atividades literárias “Leitura em toda a parte”, voltadas para famílias, e oficina criativa para crianças, ambas com início às 9h. Logo após, às 10h, será a abertura de exposições de artes plásticas e contação de histórias. A próxima atividade do evento será composta por uma intervenção artística com Willian Pinguim, às 11h, chamada “Grafite - Arte Urbana”. 

Durante o a tarde, as apresentações retornam com o bate-papo literário “O que é um livro?”, às 14h. Já às 15h30 e às 16h30, respectivamente, serão realizadas apresentações musicais de XN Rec. e Zona Rural. 

A noite contará com mais performances musicais. Os responsáveis por embalar a praça serão: Os Caxambus, às 19h; Rafa Bicalho e Banda, às 20h30; e Trio ao Alvo, às 21h30. Mais tarde, às 23h, será o Cinema na Praça, seguido pelo Sarau Literário “Poesia na Madrugada com Arteferia” e lançamentos dos Zines “Casa Palavra e Arteferia”, ambos às 00h. Para concluir, uma apresentação do DJ Voodoo, discotecagem em vinil, às 1h30. 

Já no dia 8, a manhã será com a Yoga na Praça, às 8h. Em seguida, às 10h, será realizada a apresentação da Cia Borandá Palhaços. Para fechar a Virada, Cláudio Guadalupe e Amigos conduzirão uma apresentação musical, às 11h.

Comentários
×