População tem até dia 15 para votar

           Termina no próximo dia 15, na plataforma digital Colab, a votação para o Orçamento Participativo 2020, mecanismo democrático de participação por meio do qual a população vai poder opinar em qual área a Administração Municipal deve investir mais recursos para o próximo ano. O resultado vai ser incluído na Lei Orçamentária Anual (LOA), a ser enviada para apreciação da Câmara Municipal em outubro. A população pode escolher em que a Prefeitura de Juiz de Fora vai investir recursos da ordem de R$ 1,5 milhão em 2020. (Tribuna de Minas - Juiz de Fora)

 

Cobertura vacinal passa de 70%

 

            A cobertura vacinal contra o sarampo, caxumba e rubéola em Divinópolis registrou 74,80% entre janeiro e junho de 2019. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 2, pela Central de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). De acordo com a Prefeitura, os dados referentes ao mês de julho não foram atualizados no site do Ministério da Saúde. O secretário da Saúde, Amarildo Sousa, afirmou que o estoque de vacinas está regular. "Aqueles que apresentarem dúvidas quanto à imunização, devem procurar as unidades de saúde e apresentar o cartão de vacinação", disse. (Nova Imprensa - Formiga)

História sobre Catedral vira livro

 

            A história da Igreja Matriz de Uberaba vai ser registrada em um livro. O projeto, apresentado na semana passada e desenvolvido pela Catedral e a Fundação Cultural, prevê uma obra dividida em cinco capítulos que retratam, a partir de análise histórica científica, os momentos do povoamento do Sertão da Farinha Podre e a instalação das primeiras famílias no município, com a presença do cristianismo. A publicação, que conta com parceria da Câmara Municipal de Uberaba, também vai apresentar estudos arquitetônicos e párocos que passaram pela igreja até a atualidade, desde o surgimento da matriz. “É um presente, porque lá na igreja há documentos que mostram que Uberaba e a Catedral foram instituídos juntos, em 1820.” (Jornal da Manhã - Uberaba)

 

Servidores municipais fazem cadastro

 

            A Prefeitura de Mariana iniciou um levantamento socioeconômico de dados de todos os servidores efetivos do município. O trabalhador vai responder uma série de perguntas, que futuramente vai servir como base para criações de programas e projetos de políticas públicas voltadas a benefícios ao servidor. A construção do censo foi informada pelo prefeito Duarte Júnior, em entrevista à rádio local, na manhã da última sexta-feira, 30. De acordo com a declaração, essas ações já fazem parte de todo um planejamento de valorização envolvendo servidores. "Vamos disponibilizar pontos de coletas de informações. Esses dados serão muito importantes para a criação dessas políticas", afirmou o prefeito. (Portal da Cidade - Mariana)

Conselho de Educação prepara nomeações

 

            A Casa dos Conselhos recebeu representantes do Conselho Municipal de Educação (Comed) para reunião ordinária. Além de aprovação de atas de encontros anteriores, o tópico em agenda foi a organização do processo de designação de conselheiros para compor o Comed, entre 2 de janeiro de 2020 e 2 de janeiro de 2022. Dentre os assuntos discutidos, a reunião ainda tratou da indicação de conselheiro para a Comissão de Calendário Escolar 2020 e a apreciação de minuta de normatização da educação de jovens e adultos (EJA), preparada pela comissão. (Gazeta do Oeste -  Divinópolis)

 

Câmara faz audiência da reforma

 

Depois de longos debates e explanações desde que foi protocolado na Câmara, no início de agosto, o texto que trata da reforma administrativa pleiteada pelo prefeito Duílio de Castro será abordado em audiência pública no próximo dia 18 de setembro, quarta-feira. O Projeto de Lei Ordinária (PLO) 321/2019 trata do tema "renomeia cargos comissionados da estrutura da administração direta do município de Sete Lagoas e dá outras providências". A sessão será transmitida ao vivo pela TV Câmara tanto no canal 46.2, como pelas páginas do canal nas redes sociais. (Boca do Povo - Sete Lagoas)

 

Uberlândia também é A no mapa

 

            Uberlândia foi reconhecida, pelo Mapa do Turismo Brasileiro, como uma das três únicas cidades de Minas Gerais com destino turístico de categoria A. Belo Horizonte e Poços de Caldas também ocupam a mesma posição. A categorização, realizada pelo Ministério do Turismo, tem como objetivo agrupar as cidades de acordo com o desempenho de suas economias no segmento, e os resultados são classificados de A a E. A classificação na categoria A indica que o município está entre os de maior fluxo turístico, de empregos e de estabelecimentos no setor de hospedagem. A base de dados tem como referência os ministérios da Economia e do Turismo e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), configurando-se como uma forma de ajudar o governo federal a priorizar investimentos. (Diário de Uberlândia)

www.sindijorimg.com.br

Comentários
×