Polícia procura por assassino que matou homem a pauladas em Divinópolis

 

Gisele Souto

A Polícia Civil (PC) investiga a morte cruel de Bruno Guimarães, de 39 anos. Ele foi covardemente espancado no início da noite desta segunda-feira, 2, por volta das 18h30, na rua Fernão Dias, no bairro Porto Velho. Testemunhas informaram à Polícia Militar (PM) que o homem foi espancando com pedaços de pau em um lote vago. Este é o 32º homicídio do ano em Divinópolis.

Militares encontraram o homem caído no local indicado e ele foi levado diretamente para a Sala Vermelha do São João de Deus devido ao estado grave. Deu entrada por volta das 19h, mas morreu aproximadamente às 23h.

A PM fez buscas nas proximidades e pelo bairro, porém nenhum suspeito havia sido localizado até o fechamento desta reportagem, por volta das 18h15.

A Polícia Civil (PC) informou que as apurações para encontrar o autor ou autores já começaram.

Ainda não se tem conhecimento sobre as motivações do crime. De acordo com informações da PM, a vítima tem passagem por furto e receptação.

O ataque

A Polícia Militar foi acionada à rua Fernão Dias, bairro Porto Velho, onde dois indivíduos foram vistos em frente ao lote número 949.

Segundo as denúncias, um homem a monitorava o local do lado de fora, enquanto outro agredia com pauladas a vítima, que morava no lote, em uma barraca.  Os vizinhos então acionaram o Corpo de Bombeiros e depois a PM.

A vítima foi socorrida e encaminhada à Sala Vermelha, onde foi constatado traumatismo cranioencefálico.

Posteriormente, houve contato com a família, avisando sobre a morte.

Sobre assassinos, as informações repassadas pelas testemunhas foram de que o que estava ao lado de fora do lote é alto. Já o que praticou as agressões é baixo, forte e usava camisa verde.

A Polícia Militar solicita a quem tiver informações que possam levar à prisão dos autores que façam contato pelo Disque-Denúncia pelo 181 ou 190. Não é preciso se identificar.

Comentários
×