Polícia divulga mais detalhes sobre prisão de suspeitos de furtar fórum em Cajuru

 

 

Gisele Souto  

 A Polícia Civil em Carmo do Cajuru, com apoio do setor de inteligência da delegacia regional de Divinópolis, prendeu nesta quinta-feira, 22, no bairro Alvorada, Daniel Campos Brum Filho e Wilson de Oliveira Silva, vulgo “Guim”, suspeitos de envolvimento no furto ao fórum de Carmo do Cajuru no carnaval deste ano. 

As investigações após o crime apontaram que se aproveitando do deslocamento de contingente policial para o carnaval, em 11 de fevereiro, “Guim” deslocou-se ao fórum da comarca, no bairro São Luiz, onde, após desligar o sistema de segurança, subiu até o teto do local com o auxílio de uma corda e entrou. Em seguida, furtou diversos objetos. Para carregá-los usou um saco de linhagem. Ao pular para fugir, fraturou o pé. Mesmo assim escapou.  

 Arquitetado   

De acordo com o delegado Weslley Castro, responsável pelas apurações, o crime foi arquitetado pelo suspeito Daniel Campos, que trabalhava em uma empresa de segurança. Assim, por meio de seus conhecimentos técnicos, foi ao fórum dias antes da prática do crime e repassou as coordenadas de como cometer o crime a “Guim”. 

 Prisões   

Os mandados foram expedidos pela Justiça de Carmo do Cajuru na tarde de quinta-feira, 22, quando a Polícia Civil cumpriu busca e apreensões e prendeu os acusados, sendo localizadas drogas e um telefone celular levado do fórum na casa de Daniel, além de vários outros objetos de procedência duvidosa.  

Na casa de “Guim” foram encontrados sacos de linhagem e corda idênticos aos utilizados na prática do crime. As investigações, segundo o delegado, continuaram no sentido de recuperar o restante dos objetos e para a identificação de outros envolvidos no crime. 

 De fora  

 Daniel Campos, natural de Contagem, tinha passagens por tentativa de homicídio, tráfico, receptação, desacato, ameaça e lesão corporal. Já Wilson possui passagens por tráfico, roubo, furto, receptação e fuga de estabelecimento prisional. 

— Os dois serão indiciados por furto qualificado. Além deste crime, Daniel também foi indiciado por tráfico de drogas, permanecendo os dois presos à disposição da Justiça no presídio Floramar — fesumiu o delegado. 

 

 

LEGENDA 2 – Material utilizado foi encontrado na casa dos dois suspeitos  

Comentários
×