Polícia Civil informa sobre atendimento nas delegacias durante a onda roxa

Da Redação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que, considerando a onda roxa, conforme classificação do programa Minas Consciente, estão mantidos os atendimentos presenciais em todas as unidades para casos urgentes.

Incluem-se nas situações urgentes, entre outras avaliadas pela autoridade policial, auto de prisão em flagrante, homicídio, estupro, violência doméstica, sequestro e cárcere privado, roubo, furto de veículo com prisão de suspeito e riscos de perecimento de prova. A Polícia Civil reitera que é imprescindível o uso de máscara facial no interior das unidades policiais.

 — A PCMG tem tomado medidas que visam ao enfrentamento do coronavírus, de forma a dar continuidade à prestação de serviços com segurança — ressaltou.

A Polícia Civil reforçou ainda que todos os registros de ocorrência disponibilizados na Delegacia Virtual devem ser realizados exclusivamente de forma on-line, exceto os de violência doméstica, que podem ser feitos presencialmente. Estão disponíveis na plataforma digital casos de furto, dano simples, acidente de trânsito sem vítima, perda de documentos e objetos, localização de desaparecido, desaparecimento de pessoa e localização de desconhecido.

Violência doméstica

Pela Delegacia Virtual, ainda é possível registrar crimes relacionados com violência doméstica e familiar – vias de fato/lesão corporal, ameaça e descumprimento de medidas protetivas – contra mulheres, crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência. Também é possível solicitar medidas protetiva, sem precisar sair de casa, no momento do registro.

Acesso à Delegacia Virtual: clique AQUI .

 

 

Comentários
×