Polícia Civil faz devassa na Prefeitura de Moema

Gisele Souto  

Em busca de provas de fraude em licitações, a Polícia Civil (PC) cumpriu ontem pela manhã mandado de busca e apreensão na Prefeitura de Moema. Também foram cumpridos mandados em empresas em Bom Despacho, Nova Serrana e Piedade dos Gerais.

As diligências buscaram elementos que apontem fraudes em contratos do Município com empresas. Durante os trabalhos, foram apreendidos diversos documentos, principalmente contratos. 

De acordo com a denúncia recebida pela PC envolvendo a princípio a atual gestão, há indícios de que licitações com empresas de asfalto, eventos e até mesmo serviços advocatícios tenham passado por cima das leis. 

 Inquérito  

Segundo o delegado responsável pelo inquérito, Daniel Augusto dos Reis, o objetivo da operação foi colher subsídios para a instrução do inquérito.  

— As investigações ainda estão no início. Arrecadamos muitos documentos e iremos avaliar todos para apurar os fatos e, assim, realizarmos nosso trabalho de polícia judiciária — explicou. 

O prefeito de Moema, Julvan Rezende Araújo Lacerda (MDB), que também é presidente da Associação dos Municípios Mineiros (AMM), ainda não havia se manifestado até o fechamento desta reportagem, por volta das 18h. 

 

Comentários
×