Polícia Civil define regras para implantar delegacias rurais em municípios do estado

Objetivo é garantir mais segurança aos moradores do campo

Da Redação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) definiu, na última segunda, 16, as regras para implantação de Delegacias Especializadas de Repressão a Crimes Rurais no estado. O estudo técnico, elaborado pela Assessoria de Planejamento Institucional (API), orienta os Departamentos de Polícia territoriais quanto à criação das unidades especializadas.

Os departamentos devem exercer as atividades de polícia judiciária e de investigação criminal, para garantir mais segurança aos moradores do campo. As delegacias especializadas vão investigar crimes de furto de animais e também os demais delitos relacionados à atividade rural.

Estudo técnico

A Resolução Interna nº 8.179, publicada pela PCMG no dia 27 de junho, reforçou a necessidade de maior atuação das forças de segurança pública em áreas rurais.   

— A API conduziu amplo estudo, a partir da formação de grupo técnico de servidores da Polícia Civil com atuação nessa temática. O trabalho resultou no diagnóstico da criminalidade no campo e nas diretrizes a serem adotadas para instalação das delegacias especializadas — informou o Estado em nota divulgada.

Cinco eixos principais norteiam o documento: 

  • estratégia institucional; 
  • disponibilidade de efetivo; 
  • disponibilidade orçamentária; 
  • observação da taxa de demanda;
  • expressão agropecuária da região. 

— As regras definidas buscam garantir a instalação das Delegacias Especializadas de Investigação de Crimes Rurais nas localidades onde são mais necessárias, sem que haja prejuízo em infraestrutura e de recursos humanos — completou também em nota.

Comentários
×