PMMG lança megaoperação em todas as regiões de Minas para coibir a criminalidade

Da Redação 

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) lançou nesta sexta-feira, 4,  uma megaoperação em todas regiões de Minas que conta com apoio de militares de todas as suas 19 Regiões e também dos Comandos de Policiamento Especializado (CPE), de Avião do Estado (COMAVE), de Policiamento Rodoviário (CPRV) e de Policiamento de Meio Ambiente (CPMAmb). O lançamento oficial da operação aconteceu na Avenida Antônio Carlos, esquina com  Abraão Karam, em Belo Horizonte. Uma aeronave do COMAVE e viaturas e o blindado do Batalhão de Choque foram posicionados no local.

De acordo com a chefe da Sala de Imprensa da PMMG, capitão Layla Brunnela, a megaoperação terá dois focos principais: o aporte maior de efetivo para o final do ano com o objetivo de ampliar as ações preventivas, principalmente nas áreas comerciais, e ações voltadas à prevenção aos crimes relacionados a ataques a instituição financeiras.

— Essa segunda linha preventiva está relacionada aos crimes do novo cangaço que aconteceram recentemente no país. Temos em Minas uma redução de cerca de 80% dos ataques a essas instituições e a intenção da PMMG é o fortalecimento das ações voltadas à prevenção dessa modalidade criminosa — disse.

Segundo a capitão Layla, milhares de militares estão sendo lançados em pontos estratégicos de diversas partes do Estado.

— Inclusive o Batalhão de Choque  se deslocou para algumas cidades do interior, onde Sistema de Inteligência da instituição identificou a necessidade de maior apoio. Além disso, O BOPE, com apoio das aeronaves da PMMG ,  tem capacidade de chegar rápido aos locais onde estão sendo desencadeadas as operações — destacou.  

A operação seguirá até o dia 31 de dezembro mas, caso seja necessário, poderá ser prorrogada. Cabe ressaltar ainda que serão realizadas diversas operações, entre elas sobrevoos preventivos das aeronaves do COMAVE e abordagens em rodovias e estradas vicinais para evitar que qualquer infrator, que acredita que pode infringir a lei aqui em Minas Gerais, tenha uma resposta rápida e à altura da infração”, finalizou a chefe da Sala de Imprensa da PMMG.

Comentários
×