PM celebra aniversário com várias ações

Operações e prisões estão entre elas; são 246 anos de existência em Minas Gerais

Da Redação 

O dia 9 de junho é de celebração na Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). Afinal, são 246 anos de serviços prestados à população mineira. No entanto, o dia de ontem foi mais de trabalho do que de festa. Exemplo disso foi a prisão de dois suspeitos no bairro Icaraí, pelos integrantes da 7ª Companhia de Policiamento Especializado (CPE). E a ação ocorreu justamente durante a operação Alferes, em comemoração ao aniversário. Os militares abordaram os suspeitos na avenida Liberdade, no Icaraí, em um Fiat Uno. No veículo foi localizado um revólver calibre 38, carregado com seis munições. Além disso, foi constatado que os suspeitos estavam comercializando a arma. Com eles, foram apreendidos: um revólver calibre 38 marca Taurus; seis cartuchos calibre 38; dois telefones celulares; R$ 877,00 em dinheiro e uma arma branca. 

O suspeito, de 22 anos, possui passagens por homicídio, lesão corporal, tráfico de drogas e roubo; já o de 20, sem passagens. 

Operação 

Dentro das comemorações foi deflagrada na tarde da última segunda-feira, 7, a operação Alferes em todo o estado. A ação faz parte da comemoração de aniversário da PMMG.

Em Divinópolis, a solenidade de abertura aconteceu na praça da Catedral, com a participação dos principais comandantes da cidade. O objetivo é a realização de ações preventivas e repressivas contra a criminalidade. A operação termina hoje. 

Mulheres 

Além dos 249 anos, em 2021, a PM comemora os 40 anos de inclusão da mulher na corporação. Segundo os comandos, o sexo feminino agregou força e a leveza, potencializando o aspecto humanitário nas ações. Além disso, aproximou ainda mais a polícia das pessoas, objetivo primeiro dos serviços prestados pela PM.

Na oportunidade, a 7ª Região de Polícia Militar, responsável pelo comando de 53 municípios na região Oeste, afirma que tem caminhado neste sentido lado a lado com as pessoas, na certeza de que está atuando na defesa dos cidadãos. 

Comentários
×