Plenitude

Leila Rodrigues

Levanta! Toma o seu café de sempre, mas faz do seu dia o único. Como se fosse o primeiro e como se fosse o último.  Respira! Enche o peito de ar e tenha certeza de que isto é tudo que você precisa para continuar vivo, respirar! Prepara! Prepara o corpo para enfrentar o dia, se alongue, se estique todo e faça mais pelo seu corpo que oferecer alimento.
Trabalha! Trabalha o corpo, trabalha a mente, trabalha as suas fraquezas, a sua dificuldade enraizada que insiste em não sair do lugar.  Simplifica!  Simplifique a vida, simplifique o caminho, a palavra e a explicação. E faça do simples, a mais rica forma de viver.


Considere! Considere o tempo, considere seus limites, considere o outro e considere o fato de estarmos em estágios diferentes de aprendizado. Esqueça! Esqueça o que já foi escrito, o que já foi falado, o que já foi vencido e sacramentado no livro da vida. Se ontem você ganhou ou perdeu, hoje não faz diferença. Caminha! Caminha seu caminho! Faz o que tem que ser feito. Sem se vitimizar, sem responsabilizar o outros por seus erros e sem querer caminhar o caminho alheio.


Observa! Observa o seu tamanho, a sua insignificância diante do universo e a sua grandeza diante dos seus valores. A arte da vida é saber ser grande e pequeno na hora certa.
Viva! Viva o seu dia! Receba-o, absorva-o como um grande presente! Ele é tudo que você tem! Aceita as etapas, o mau tempo e as tempestades. Apenas viva o seu dia com a certeza de que tudo é um grande aprendizado. Perceba! Você está no lugar certo, no momento certo, com as pessoas certas e vivendo exatamente o que precisa ser vivido. Perceba o curso do seu rio, respeite-o acima de tudo!


Colabora! Para de olhar para o seu umbigo e veja ao seu redor! Colabora, participa, contribui e ajuda. Faça alguma coisa de útil para o mundo que te acolhe!
Descansa! Respeita seus anos de luta e descansa. Deixe que o universo cuide do que você não pode cuidar com as próprias mãos e enquanto isso descanse. Se permita parar, dormir e refrescar a sua cabeça cheia de pensamentos.  Honra! Honra seu pai e sua mãe. Honra a família que você cresceu, sua primeira escola. Honra todos que vieram antes de você e propiciaram a sua chegada.  Celebre! Celebre a vida, celebre o agora! Canta, dança, ri, abraça, divide... Faz da vida a festa que você sempre quis e talvez nunca tenha acontecido! Faz sozinho, faz a dois, a três, a quantos for possível, mas faça mais do que acordar e dormir para não chegar a lugar nenhum!  A plenitude é bem mais simples que parece!



leila.palavras@gmail.com

Coment√°rios
×