Plantão Digital é implementado em Divinópolis e Itaúna

Da Redação

Nesta terça-feira, 7, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) implementou o projeto “Plantão Digital” nas Delegacias de Polícia Civil em Divinópolis e Itaúna. A plataforma, lançada no mês de janeiro na capital mineira, possibilita a realização de autos de prisão em flagrante por meio de uma sala virtual, evitando o deslocamento físico de pessoas entre as unidades. 

Para o lançamento, as unidades receberam a visita do chefe adjunto da PCMG, delegado-geral Joaquim Francisco Neto e Silva, e a superintendente de Investigação e Polícia Judiciária, delegada-geral Ana Cláudia Oliveira Perry. Na ocasião, os conselheiros dialogaram com as equipes e receberam sugestões. Acompanharam as visitas o coordenador de Sistemas da Superintendência de Informações e Inteligência Policial (SIIP), delegado Breno Azevedo de Carvalho, o chefe do 7º Departamento de Polícia em Divinópolis, delegado-geral Flávio Tadeu Destro, e o delegado regional de Divinópolis, Cleovaldo Pereira.

Em Itaúna, a equipe foi recebida pelo delegado João Marcos do Amaral Ferreira, que apresentou as dependências da delegacia e explicou os benefícios do novo projeto.

— O plantão digital proporcionará uma resposta mais ágil da Polícia Civil em relação ao crime, no que se refere à lavratura do auto de prisão em flagrante e sua conclusão, além de representar para o Estado uma economia, também prestigiará as vítimas, que não precisarão mais se deslocar até a cidade de Divinópolis naqueles casos em que sua oitiva se mostra necessária — destacou.

No fim do dia, a equipe se deslocou até a Delegacia Regional de Polícia Civil em Divinópolis para acompanhar o primeiro Plantão Digital, realizado pelo delegado Marco Antônio Noronha e a escrivã Vanessa Dayana. Na oportunidade, o delegado regional Cleovaldo Pereira reforçou que os autos de prisão em flagrante realizados remotamente não comprometem a segurança das informações.

— Todas as videoconferências são gravadas e todos os procedimentos possuem assinatura digital — explicou.

Para o delegado-geral Flávio Tadeu Destro, chefe do 7º Departamento de Polícia Civil, o Plantão Digital proporcionará mais celeridade ao processo, além de otimizar os recursos humanos nas unidades.

— Com muito entusiasmo, estamos recebendo esse projeto aqui na região Centro-Oeste, reservando aos nossos policiais para atuarem mais no expediente e menos no plantão. Agradecemos a CDE em Itaúna, parceira histórica da PCMG na região, pela instalação e aquisição de parte dos equipamentos, os quais serão cedidos em comodato para a Polícia Civil. Esperamos em breve implementar a nova ferramenta nas Delegacias Regionais de Polícia Civil em Bom Despacho, Formiga, Pará de Minas e Nova Serrana — concluiu. 

O projeto

O Plantão Digital possibilita a realização de autos de prisão em flagrante por meio de videoconferência entre os policiais e envolvidos em ocorrências criminais com mais rapidez dos procedimentos, ausência de deslocamentos que passam a ser desnecessários e com economia para o Estado.

Desde a inauguração em Belo Horizonte e Nova Lima, o projeto piloto foi regulamentado pela Resolução nº 8.133, assinada pelo chefe da Polícia Civil, Wagner Pinto de Souza, que instituiu, em caráter experimental, o Plantão Digital, por videoconferência, na Delegacia Regional de Polícia Civil em Nova Lima e na Deplan III do Barreiro/Belo Horizonte.

Comentários
×