PF prende família proprietária de rede de postos de combustíveis em Divinópolis

Operação "Octanagem" foi deflagrada na madrugada desta quinta-feira e visa desarticular quadrilha

Da Redação

Policiais federais e Receita Federal cumprem na manhã desta quinta-feira, em Divinópolis, mandados de prisão e de busca e apreensão na operação "Octanagem", deflagrada na madrugada.  Com 13 mandados de prisão em mãos, a meta é desarticular um grupo, conforme os agentes, especializado em golpes de estelionato e lavagem de dinheiro. A quadrilha suspeita tem sedes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Lauro de Freitas (BA) e Divinópolis, onde um casal proprietário de uma rede de postos de combustíveis, com vários estabelecimentos na cidade e região, já foi preso. Ainda segundo as primeiras informações, os agentes fazem uma varredura no escritório da empresa em busca de documentos e computadores.

Prejuízo

O rombo com os golpes, segundo as investigações que começaram em julho do ano passado, aponta para um  prejuízo de mais de R$ 12 milhões para agências bancárias, entre elas,  Banco Itaú e Caixa Econômica Federal .

A representação da Interpol em Minas Gerais apurou que a quadrilha, seriaresponsável pela expedição de mais de 300 documentos federais e estaduais falsos. 

 Apreensões  

Por enquanto, dois carros de luxo foram apreendidos em um condomínio na região central de Divinópolis.

A ação ainda está em andamento. O Agora acompanha e traz novas informações a qualquer momento.

Comentários
×