Pescado apresenta bons preços

Opções para as festas de fim de ano são as mais variadas

Jorge Guimarães

Com o dólar oscilando na casa dos R$ 4, os pescados importados devem perder concorrência, para as festas de fim de ano,  para o nacional. Ao longo de 2019, o preço do item se manteve estável e aqueles que optam pela sua carne não se queixaram. Até mesmo no atual momento, nas vésperas das festas de fim de ano, ele pode ser a ótima opção nas mesas das famílias brasileiras.

Preços

Ontem, nas gôndolas de uma loja de uma rede de supermercados, o filé de tilápia era vendido a R$ 15,98, a posta de piramutaba a R$ 11,98 e a de dourada a R$ 13,98. Outro pescado muito apreciado pelo consumidor é a sardinha, que sai por R$ 6,99.

Para o gerente da loja, Walter Wagner, os preços devem continuar neste mesmo patamar, o que deve aquecer as vendas neste período do ano.

— Os valores estão equiparados a igual período do ano passado. E, para as ceias de fim de ano, o pescado nacional pode ser uma ótima opção, dando, assim, a oportunidade de o consumidor variar seu cardápio — disse o gerente.

Carne vermelha

Por outro lado, a carne vermelha, mesmo com promoções, está com os preços um pouco salgados. O quilo da maçã de peito era sendo comercializado a R$ 16,90, e os cortes do músculo, paleta e acém saíam a R$ 14,90. Já a rabada chegava a R$ 19,90 e a fraldinha a R$ 21,90. As carnes consideradas mais nobres, como a alcatra, estavam a R$ 26,90, a chã de dentro a R$ 24,90, o patinho e o lagarto a R$ 23,90 e a chã de fora a R$ 22,90.

Opções 

Se continuar assim, pelo andar da carruagem, os churrascos de fim de ano podem ter alguns ingredientes diferentes.

— As opções são várias, pois o churrasco de posta de dourada ou mesmo uma tilápia na brasa já são muito bem aceitas nos dias de hoje. Isso sem falar em outras espécies de pescados — detalhou o gerente.

Comentários
×