Persiste o drama com os campos de futebol

Batendo Bola

José Carlos de Oliveira 

jcqueroviver@hotmail.com.br 

Com seus campos de futebol interditados, há cerca de duas semanas, por órgãos de saúde da cidade, os times de Divinópolis estão sendo obrigados a mandar seus jogos, por competições regionais e estaduais, fora de seus domínios, com grande perda técnica e até mesmo financeira para os clubes.

O que torna pior a situação é o completo descaso das autoridades municipais, que estão se ‘lixando’ para a situação a que os clubes e os jovens jogadores da cidade são obrigados a viver. Para eles (os ‘homis’ da saúde da prefeitura) se as escolinhas encerrarem suas atividades por causa da interdição de seus campos isto será problema deles (dos clubes) e que seus responsáveis se virem para encontrar uma solução.

Terceirizou suas responsabilidades 

Porque a única verdade que existe nessa triste história da interdição dos campos de futebol, por causa da infestação dos carrapatos, é uma só: as escolinhas e as crianças que treinam nos clubes é que estão ‘pagando o pato’ pela incompetência dos órgãos de saúde da prefeitura de Divinópolis.

Todo o resto é conversa para boi dormir.

MANGUEIRAS BRASIL 

O futebol e seu lado social 

A notícia de que Cruzeiro e Atlético — os dois maiores clubes de futebol de Minas Gerais —, estão agora investindo na formação de cidadãos, dos jovens brasileiros, ao oferecerem para seus jogadores (profissionais e da base), além de suas imensas torcidas, a oportunidade de cursos à distância, com suas universidades recém criadas, é para ser comemorada por todos.

E não é somente no estudo que os grandes de Minas têm investido, não. Outras ações de suas diretorias mostram bem a preocupação que hoje eles têm de investir no lado social, fazendo de sua parte para construir um mundo melhor.

Ação contra o câncer 

No domingo mesmo, antes do jogo contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro marcou mais um gol de placa, ao mostrar para o mundo a necessidade de se cuidar de nossas crianças com câncer, fazendo nossa parte para que elas tenham uma vida melhor e até mesmo encontrem a cura.

Em parceria com o Grupo Oncoclínicas e Axial Medicina Diagnóstica, o Cruzeiro deu destaque ao “Setembro Dourado”, iniciativa que tem o intuito de chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento adequado do câncer infanto-juvenil.

Antes da vitória celeste sobre o Santos por 2 a 1, crianças que lutam contra a doença fizeram um tour pelo Mineirão e, ao lado dos jogadores, entraram no gramado do estádio vestindo capas de “super-heróis”, como forma de enaltecer a bravura dos pequenos no combate do câncer.

Lado social

 O apoio ao “Setembro Dourado” é parte das iniciativas do projeto “Cruzeiro Solidário”, que também contempla ações importantes como o “Sangue Azul”, de doação de sangue, Adote um Campeão, sobre adoção tardia, e o “Dezembro Laranja”, de conscientização do câncer da pele.

 

 

Comentários
×