Pequeno produtor tem novos equipamentos à disposição

 

Da Redação

O pequeno produtor divinopolitano tem agora seis novos equipamentos a sua disposição. Os instrumentos foram recebidos pela Secretaria Municipal de Agronegócios (Semag) na última sexta-feira, 1º. Essas novas ferramentas serão importantes para a segunda etapa do programa Solo Fortes a fim de ajudar os pequenos produtores rurais.

Equipamentos

Os materiais foram doados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e do Parnaíba (Codesvasp) e estão avaliadas em R$ 58,4 mil. A doação foi possível por meio do deputado Domingos Sávio (PSDB). Em outra oportunidade, o deputado também ajudou o “Solo Forte” com uma emenda parlamentar para implementos para a área rural no valor de R$ 500 mil. A verba foi utilizada na compra de um trator.

De acordo com o secretário municipal de Agronegócios, Hilton de Aguiar, os novos equipamentos são uma ajuda bem-vinda para quem precisa desse auxílio.

— Esse maquinário ajuda na produção e também a melhorar o solo nesta segunda etapa do Programa “Solo Forte”. Na primeira etapa do programa, distribuímos o calcário aos produtores rurais — afirmou o secretário.

Durante a segundo etapa, as máquinas são fornecidas aos pequenos produtores rurais da cidade, a fim de preparar o solo para a nova safra. Dentre os equipamentos recebidos estão carretas, guincho agrícola e grade de arado.

‘Solo Forte’

O programa tem como objetivo fortalecer o solo, através da correção da acidez do mesmo com calcário. Assim, a produtividade das plantações e, consequentemente, a renda do proprietário, aumentam. Segundo informativo da Prefeitura, no ano passado, a ação beneficiou 44 comunidades e uma área total de 600 hectares; 1.843 toneladas de calcário foram disponibilizadas.

Neste ano, a Semag dá continuidade ao programa. A primeira fase do projeto teve início ontem, 4. Até o dia 20 de dezembro - ou até quando o estoque de calcário acabar -, os pequenos produtores rurais do município devem apresentar os documentos necessários na Semag  (rua José Balbino Pereira, 81, bairro Espírito Santo). Após submetidos, os documentos serão analisados para avaliar a necessidade de cada produtor.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone (37) 3213-6973.

Comentários
×