Pequenas empresas mineiras podem ter acesso a crédito com condições especiais

Da Redação

A Fiemg, por meio do Sicoob Credifiemg, faz parte da iniciativa "Estímulo 2020", que tem como objetivo oferecer até R$ 100 milhões para as pequenas empreendedores de Minas Gerais. O crédito barato e facilitado é destinado aos pequenos empresários do estado que passam por um momento difícil de crise, causada em função da pandemia da covid-19. As operações possuem taxa de 6,5% ao ano, prazo total de 18 meses, com três meses de carência.

Até o dia 6 de agosto já foram liberados, aproximadamente, R$ 3,5 milhões em 70 operações. A expectativa do Sicoob Credifiemg é ultrapassar R$ 10 milhões ainda neste mês.

Como aderir

Para ter acesso ao auxílio financeiro e aos demais benefícios da plataforma, os interessados devem se cadastrar no site http://www.estimulo2020.org/ e, na aba de Minas Gerais, verificar as condições de elegibilidade, e completar um curso online de educação financeira. Além de solicitar o crédito, todos poderão consumir gratuitamente os conteúdos da plataforma, que inclui cursos, palestras e atividades de mentoria para os negócios, oferecidas pelos organizadores. Os critérios de concessão vão considerar indicadores operacionais e histórico das empresas solicitantes.

As operações possuem taxa de 6,5% ao ano, prazo total de 18 meses, com três meses de carência. Basicamente, a empresa deverá ter mais de dois anos de existência, bom histórico de crédito e pagamento de contas em dia e com faturamento mensal entre R$ 30 mil e R$ 400 mil antes da crise.

O crédito disponibilizado é livre, ou seja, o recurso pode ser destinado para a manutenção do fluxo de caixa da empresa da forma que o solicitante quiser, diferentemente de alguns programas do governo, em que houve necessidade de utilização específica para a folha de pagamento, por exemplo, com obrigatoriedade de manutenção dos empregos.

Iniciativa

O "Estímulo 2020" é um movimento espontâneo da sociedade civil criado para ajudar os pequenos negócios a atravessar o período mais agudo da crise. A iniciativa é 100% privada e reúne executivos, empresários, artistas, empreendedores sociais e empresas que contribuíram com os recursos financeiros e vão oferecer gratuitamente todos os conteúdos de capacitação, em temas como educação financeira, gestão, empreendedorismo, inovação e design, entre outros.

Inspirada nos relief funds americanos, o Estímulo 2020 é a primeira iniciativa do gênero no Brasil, em que entidades privadas e pessoas físicas oferecem socorro a empreendedores em dificuldades. Em Minas, o projeto contou com o apoio de Fiemg, Codemge, Energisa, Grupo Ferreira Lopes, MRV, Banco Inter, Localiza, Supermercados BH, BMG, ArcelorMittal, Construtora Barbosa Mello, Banco Máxima, Entre Investimentos, Pif Paf, Direcional, Banco BS2, Bamaq, Afya, Una, Uni BH e Mater Dei, entre outros.


Comentários
×