PC indicia trio investigado por discriminação contra deficientes em Cláudio

Suspeitos teriam instigado dois homens a se beijarem em uma praça

Da Redação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu, nessa terça-feira, inquérito policial que investigou o delito de discriminação praticado contra duas pessoas com deficiência na cidade de Cláudio, região Centro-Oeste do estado. Três suspeitos, de 32, 47 e 52 anos, foram indiciados pelo crime previsto no art. 88 da Lei nº 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência), na forma qualificada.

Os fatos ocorreram no dia 18 de abril, quando os homens instigaram as vítimas, ambas do sexo masculino, a se beijarem em uma praça da cidade.

— A ação, além de incentivada pelos investigados, foi filmada e divulgada nas redes sociais e demais aplicativos de comunicação, causando extrema revolta e indignação por parte da sociedade claudiense — revela o delegado responsável, Matheus Faria.

Após investigações, que indicaram a autoria do crime, a PCMG cumpriu três mandados de busca e apreensão nas residências dos suspeitos, sendo arrecadados aparelhos celulares.

— Eles foram indiciados pelo crime de discriminação de pessoa com deficiência, qualificado pela divulgação em canais de comunicação social, cuja pena pode chegar a cinco anos de reclusão — diz o delegado ao pontuar que o procedimento foi remetido à Justiça.

Comentários
×