Palestra abre Semana do Consumidor

Jorge Guimarães

O Dia Mundial do Consumidor é celebrado em 15 de março e, para lembrar a data, entidades e associações de Divinópolis se juntaram à Associação dos Advogados do Centro-Oeste (AACO) e parceiros na Semana do Consumidor. Na agenda, ações sobre os direitos do consumidor e deveres das empresas, palestras, eventos sociais, dentre outras. A programação oficial foi aberta ontem pela manhã, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Divinópolis (Acid), onde o promotor da Defesa do Consumidor e coordenador regional do Procon estadual, Sérgio Gildin, ministrou a palestra “Direito à informação”, garantia prevista no Código de Defesa do Consumidor.

Direito

Com a presença de vários convidados e autoridades, Sérgio Gildin abriu os trabalhos da Semana do Consumidor detalhando os direitos da população e congratulando a AACO pela iniciativa.

— Parabenizo a AACO que está promovendo esta semana de debates a respeito de temas importantes para os consumidores, como os direitos, as relações de consumo, o direito e informação, ou seja, uma semana inteira voltada para que a gente possa difundir melhor essa relação de consumo — analisou o promotor.

Ações

Durante toda a semana vão ocorrer as mais diversas ações referentes ao tema.

— Nesta semana a gente se volta para uma das metas que é a educacional, a meta de esclarecimento. Mas a defesa do consumidor envolve uma série de outras coisas, como as medidas protetivas, as medidas repressivas em favor dos consumidores, ou seja, tudo que possa atender melhor essa relação de consumo. A nossa expectativa é ótima para o desenrolar da semana, pois sempre é bom este tipo de ação porque, na verdade, a finalidade nunca é punir, e sim prevenir que aconteça qualquer tipo de transgressão ao direito dos consumidores. A harmonia das relações de consumo é o objetivo sempre de todas as instituições — detalhou o promotor.

Social

No encerramento do evento, nesta sexta-feira, 13, das 9h às 12h30, acontece uma ação social. Advogados da AACO, representantes do Ministério Publico e entidades de classe se reúnem no quarteirão fechado da rua São Paulo, para executar atividades como orientação jurídica, médica e odontológica, aferição de pressão, entrega de material jurídico, dentre outros serviços sociais.

Comentários
×