Pais e educadores debatem frequência escolar em Divinópolis

 

Uma reunião ontem de manhã, na sede do Programa Integração AABB Comunidade, debateu a importância da frequência escolar dos alunos do projeto. Aproximadamente 60 pais e responsáveis participaram do encontro.

Participaram representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semds) e quatro escolas que possuem alunos que fazem parte do programa que são Escola Municipal Sidney José de Oliveira (bairro Jardim Candidés), João Gontijo da Fonseca (São Lucas), São Sebastião e Centro Técnico Pedagógico (Cetepe), bairro São Sebastião e equipe do programa.

A gerente de Políticas Educacionais da Semed, Valda Lúcia Machado, destacou a importância do trabalho desenvolvido em parceria com a Prefeitura e com a participação das famílias.

— Este é um projeto que vem para auxiliar no ensino e aprendizagem, auxiliar os alunos a desenvolverem a capacidade de resolução de problemas, a autonomia que é também o que fazemos nas escolas. Acompanhamos bem de perto o desempenho dos alunos aqui no projeto e na escola, por isso, precisamos que a família esteja junto neste trabalho para que alcancemos os objetivos — salientou.

Mãe de dois filhos, Rosilene da Silva Bernardino, resume resumiu a importância do programa.

 — Agradeço toda equipe por meus filhos estarem aqui. Enquanto estão no projeto, não estão na rua aprendendo coisa errada — disse.

A coordenadora do Projeto Presenção na Educação da Semed, Silvia Regina Fonseca Rabelo, alertou sobre a importância da frequência.

— Os pais precisam ficar atentos para a frequência, não só no projeto, mas como também na escola. Com três ausências no projeto ele poderá perder a vaga. Atualmente temos 97 alunos na lista de espera. Para participar do projeto, o aluno também deve ser frequente na escola — alertou.

 Silvia ainda lembrou sobre a importância de todas as famílias realizarem o Cadastro Único da Assistência Social do Governo Federal.

 — Muitas famílias poderiam estar recebendo benefícios como o Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), desconto em água e luz, entre outros e muitas vezes não sabem — disse.

O programa

O programa Integração AABB Comunidade tem 15 anos, atende quatro escolas e recebe 100 alunos no contra turno. Ele é realizado em parceria com a Prefeitura que fornece o transporte escolar, alimentação para os alunos e ainda 10 funcionários. Outros parceiros são a Fundação Banco do Brasil que fornece o uniforme completo (inverno, verão, natação) e a Fundação Nacional das AABBs que abastece com material didático.

Entre o primeiro e o segundo turno, as crianças passam por atividades da vida cotidiana: banho, escovação e outros cuidados com a higiene pessoal. Em seguida é servido um almoço balanceado, supervisionado por nutricionistas e feito pelas cantineiras.  Após o almoço, repousam e se preparam para as oficinas de artes plásticas, musicalização, esporte, dança, formação social e várias outras.

 

Comentários
×