Pai de delegada morre por falta de leitos em Divinópolis

'Ele foi muito bem atendido, porém não haviam vagas', explica a filha

Da Redação

Morreu na tarde de ontem, 21, o pai da delegada Maria Gorete Rios. Segundo informações da própria filha, que é responsável pela Delegacia da Mulher, o homem, de 100 anos, que morava em Itapecerica, não encontrou leitos disponíveis em hospitais de Divinópolis e veio a falecer em Nova Serrana.

A delegada conversou com a reportagem do Agora e deu mais detalhes sobre o caso.

— Realmente não havia leitos em Divinópolis, por isso ele foi para Nova Serrana. Lá ele foi muito bem atendido, como seria aqui e em qualquer lugar. Infelizmente estamos em uma guerra. A vacina chegou tarde demais pra ele. A covid não respeita ninguém e nem lugares neste mundo — afirma.

Lotação

A situação acontece muito por conta da lotação de leitos em Divinópolis. Segundo dados divulgados na tarde de ontem, o CTI Adulto da UPA Padre Roberto e do Hospital São João de Deus estão com 100% de ocupação e não possuem mais vagas.

Prefeitura

A reportagem questionou a Prefeitura sobre a falta de leitos na cidade, porém, até a primeira publicação desta matéria ainda não tinha recebido informações. O Agora irá atualizar o texto assim que receber um posicionamento.

Comentários
×