Pacientes do anexo São Rafael são transferidos para UPA Padre Roberto

Em 17 de junho, a UPA - Anexo São Rafael foi interditada pelos fiscais da Vigilância em Saúde da Prefeitura de Divinópolis.

Da Redação

A Prefeitura de Divinópolis começou, nesta sexta-feira, 13, a transferência de 23 pacientes da UPA - Anexo São Rafael, no bairro Mansões, montado ao lado do Bento Menni, para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto no bairro Ponte Funda. A transição dos pacientes se tornou necessária pelo não atendimento as legislações necessárias de vigilância sanitária da UPA - Anexo São Rafael e também pela queda do número de internações nos últimos dias.

Em 17 de junho, a UPA - Anexo São Rafael foi interditada pelos fiscais da Vigilância em Saúde da Prefeitura de Divinópolis. De acordo com os fiscais, a falta de condições da unidade colocava em risco os pacientes internados, por não atenderem legislações sanitárias. O Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Econômico (IBDS) é a responsável pela gestão da UPA em Divinópolis.

— A UPA - Anexo São Rafael não está atendendo as legislações sanitárias vigentes e o espaço já tinha sido interditado pela vigilância sanitária anteriormente e por isso foi necessário a transferência dos pacientes. Também pelo fato de estarmos vivenciando neste momento de pandemia da Covid-19, um decréscimo gradativo dos números da ocupação hospitalar, o que faz com que a UPA - Padre Roberto tenha condições de receber com segurança os pacientes da UPA - Anexo São Rafael — afirmou a diretora de Vigilância em Saúde, Érika Camargos Ferreira.

As transferências serão realizadas nos próximos três dias. Nesta sexta-feira, 3, serão oito pacientes. Foi definido que os das áreas de ortopedia e cirurgias serão os primeiros.

Segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde, até 12 de agosto, a ocupação do CTI Adulto da UPA destinado para pacientes com a covid-19 está em 46,67% e a enfermaria com 56,25%. Já a enfermaria infantil está com 37,50% de ocupação.

Comentários
×