Os herdeiros nas empresas familiares

 

Está na moda o aperfeiçoamento do que se chama de “governança corporativa”, e os empresários das pequenas e médias empresas estão sempre buscando tal aperfeiçoamento para as suas gestões. Mas de nada adianta aprimorar a gestão caso isso não for feito com os herdeiros, pois a condição de empresa profissional ficará comprometida se os sucessores não forem bem preparados. Tanto é verdade que, sem sombra de dúvida, a maioria dos exemplos de fracassos ou perdas de controle recentes de pequenas e médias empresas da região esteve muito mais associada a conflitos e mesquinharias entre sócios ou familiares do que propriamente a defeitos de gestão empresarial.

Manter uma empresa saudável, seja mantendo o controle com a família, seja compartilhando-o com outros sócios ou investidores, exige que os herdeiros não considerem a ideia de trabalhar na empresa como a sua única alternativa. A herança de uma participação no capital exige pensar em tornar-se um acionista competente e, para alguns, a possibilidade mais adequada é fazer parte de conselhos que a empresa pode criar.

        Meu objetivo aqui é mostrar que é tão necessário quanto urgente promover uma mudança nas condutas daqueles que se acostumaram com a ideia de que as empresas têm “dono”, e não acionistas.

Então, o primeiro passo é fazer com que os herdeiros entendam o que é “ser acionista”, em vez de ficar com a falsa e antiga ideia de que iriam ser “donos”.

        O segundo passo é separar a propriedade da gestão de forma clara, buscando um modelo societário que permita criar estruturas de poder diferenciadas para ambos os núcleos. Uma maneira de promover tal separação é a criação de conselhos. Uma ferramenta muito importante é o acordo de sócios; trata-se de um documento particular que tem por objetivo tratar de diversos assuntos que não estão presentes no contrato social, mas que estão relacionados à confidencialidade, pois podem revelar aspectos estratégicos do negócio da empresa. Segundo Herbert Steinberg, presidente da Mesa Corporate Governance: “O acordo é um disciplinador da partilha de poder. Em outras palavras: é um instrumento que define como os sócios vão exercer o controle; quem pode tomar quais decisões, até onde, com quem e em que circunstâncias”. Um bom acordo de sócios pode minimizar os conflitos e perpetuar a empresa para as futuras gerações, disciplinando as relações entre os envolvidos e estabelecendo regras de cunho ético e moral. O recomendável é que o faça o mais cedo possível, quando ainda há tempo para refletir, fazer os questionamentos, realizar avaliações e obter o alinhamento das expectativas de todos os envolvidos.

O terceiro passo é submeter os herdeiros a uma capacitação para herdeiros, que deve abranger pelo menos três áreas fundamentais:

 

  • Conhecimento do negócio – Visão estratégica de médio e longo prazo, com base nos riscos do capital, envolvendo produtos, fornecedores, clientes, concorrentes, ameaças e oportunidades do mercado, pontos fortes e fracos do negócio e vantagens competitivas que permitam a rentabilidade do patrimônio.

 

  • Governança corporativa – Princípios de governança. Desafios da empresa familiar. Modelo dos três círculos. Direitos e obrigações dos sócios. Questões relativas às relações entre os sócios do ponto de vista legal, familiar e tributário.

 

  • Conhecimento de economia e finanças – Leitura e interpretação de informações econômico-financeiras.

 

 

É importante lembrar que todo herdeiro de uma sociedade familiar tem várias alternativas profissionais, mas a condição de acionista é inevitável, e isso exige preparo, pois o futuro das pequenas e médias empresas brasileiras vai depender muito da forma como cada um deles se prepara para esse novo papel.

 

Deseja tornar a sua empresa mais competitiva?

 

As empresas precisam ser competitivas e o mercado exige agilidade e segurança nas tomadas de decisão. A implantação de boas práticas de governança corporativa oferece condições aos membros da família para assumirem suas funções dando suporte para o desenvolvimento da empresa em bases mais sustentáveis.

Fale conosco: (37) 9.9987-9358 e acesse o nosso site: www.ctavares.com.br – você vai encontrar artigos, cursos com algumas aulas gratuitas e vídeos relacionados à melhoria da competitividade das empresas.

 

Comentários
×