Operação 'Saturação' reduz criminalidade violenta, afirma PM

Gisele Souto

O ano passado foi considerado um dos mais violentos. E o crime que mais contribuiu o resultado foi o homicídio. Foram registrados 61 contra 44 de 2016. Numa tentativa de reduzir o número, o comando da 7ª Região da Polícia Militar (7ª RPM) adotou uma série de medidas. Uma delas é a operação "Saturação", realizada ao longo deste mês e que na visão da PM tem apresentado excelentes resultados por meio de uma atuação contínua e sistemática das unidades que integram a 7ª RPM.

A ação é uma estratégia de prevenção e repressão ao crime, com foco na redução dos crimes violentos, por meio do emprego rotineiro de militares que trabalham na atividade administrativa no reforço ao policiamento da rua. A proposta é unir esforços de operações com maior abrangência.

Números

De acordo com estatística da PM, de 1º de janeiro a  27 de março, a 7ª RPM registrou uma significativa redução dos crimes violentos, na ordem de 36,3%, se comparado com o mesmo período do ano passado. O roubo à mão armada, por exemplo, apresentou queda de 38,6%, conforme a PM, e o homicídio consumado, 44,83%. Os números se referem aos 50 municípios sob o comando da 7ª Região.

Ações

A “Saturação” conta com operação presença, blitz de trânsito, corredores de segurança ostensivo e batida policial, tanto na zona urbana quanto na zona rural.

Na noite desta quarta-feira, 28, foi lançada  em Divinópolis mais uma edição da "Saturação", com o emprego de todo o efetivo administrativo e operacional disponível.

De acordo com o comandante da 7ª Região da Polícia Militar, coronel Marcelo Augusto Santos, as operações fazem parte de um conjunto de estratégias que estão sendo implementadas na região, tendo como base um trabalho forte de Inteligência de Segurança Pública, aliado a um planejamento detalhado e totalmente voltado para a segurança da comunidade.

Resultado

Foram abordadas 360 pessoas. Houve ainda 285 veículos fiscalizados, três removidos e um apreendido. A PM lavrou 16 Autos de Infração de Trânsito, visitou 14 estabelecimentos comerciais, recolheu um CRLV e conduziu uma pessoa por direção perigosa (condutor inabilitado).

Comentários
×