Operação da Polícia Federal investiga desvio de recursos da Saúde em Divinópolis

Investigações apontam irregularidades em contratos da UPA; mandados são cumpridos na cidade

Paulo Vitor Souza

 Operação "Entre amigos" da Polícia Federal (PF)  deflagrada na manhã desta sexta-feira em Divinópolis, apura supostos desvios relacionados à Saude em Divinópolis.  As investigações apontam indícios de superfaturamento em um contrato de R$100 milhões. Os desvios, segundo a Polícia Federal (PF) aconteceram, sobretudo, no período de pandemia da covid-19.

A PF junto a agentes da Controladoraia Geral da União (CGU) estão nas ruas e cumprem  quatro mandados de prisão temporária, 26 de busca e apreensão, 50 afastamentos de sigilo fiscal e bancário, um afastamento de função pública, quatro afastamentos do exercício de atividade econômica. A investigação deu início depois de denúncia de superfaturamento de um contrato para locação de ambulâncias que seriam usadas no hospital de campanha montado no estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA - Padre Roberto).

Indícios

 Durante a apuração, a PF enviou à Controladoria Geral da União, documentos que apontavam favorecimento em licitação para uma Organização Social (OS) que opera a UPA. A OS foi contratada pela Semusa e gerenciava também o Hospital de Campanha que atende pacientes da covid-19.

A CGU encontrou indícios de irregularidades nos contratos, como ausência de divulgação dos editais, favorecimento ilícito de empresas, superfaturamento em aquisições, contratações indevidas ou com objetos genéricos de serviços de consultoria e assessoria fictícios. Foram encontrados também indícios de contratação de empresas de fachada.

O contrato entre a Prefeitura e a OS ultrapassa os R$ 106 milhões, com vigência de 60 meses. O pagamento foi feito através de repasses federais e estaduais, além de fundos municipais.  A CGU concluiu que no processo de qualificação como Organização Social, a OS administradora da UPA também foi beneficiada pela Secretaria Municipal de Saúde.

A oepração desta manhã ocorre em outras seis cidades, incluindo a capital, são elas: Betim, Contagem, Belo Horizonte, Mateus Leme, Lagoa Santa e São Joaquim de Bicas.

Comentários
×