Oferta derruba preços das hortaliças nas bancas

Aumento da quantidade dos produtos pressiona os valores para baixo

Da Redação 

Os preços da maioria das hortaliças analisadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nas principais Centrais de Abastecimento (Ceasas) do país, no mês de junho, apresentaram redução e continuam até neste fim de julho. São os casos da batata, da cenoura e do tomate. O resultado está no 7º Boletim Prohort, publicado nesta terça-feira, 21, pela companhia. 

Mercado

Os preços menores do tomate já eram previstos para o mês passado. A oferta crescente do produto, situação típica para esta cultura no período, pressionam os preços para baixo. A maior oferta de batata e cenoura também influenciaram na queda das cotações registradas no último mês e neste também, nos mercados atacadistas. No caso do tubérculo, esta é a primeira vez do ano em que se observa redução nas cotações. Já a cebola não demonstrou reduções tão significativas quanto as outras hortaliças. 

Frutas 

De acordo com o estudo da Conab, apenas a laranja teve queda de preços e aumento da oferta, mas em intensidade e volume menor do que no ano passado analisadas. As demais se mantiveram no mesmo patamar ou até mesmo tiveram pequena elevação de preços. 

Hortaliças

Em relação às hortaliças de folhas, os preços estão em queda, nesta época do ano. Ontem, em um  supermercado, o consumidor podia encontrar uma grande variedade de folhas como alface americano, roxa, hortelã, acelga, rabanete, almeirão e manjericão sendo comercializadas a R$ 1,99. A chicória era vendida a R$ 1,59, couve a R$ 2,39 e cebolinha a R$ 2,19. 

Hortifrúti

Já nas outras bancas havia também preços em queda em relação aos praticados no início do ano. O tomate saía por R$ 2,49 e a batata a R$ 2,99 ‒ lembrando que, há poucos meses, os mesmos itens chegaram a bater perto dos R$ 5 o quilo. A cenoura vermelha e a laranja pera rio eram vendidas a R$ 1,99.

— A tendência nesta época é que os preços se estabilizem, sem sofrer grandes aumentos, pois o mercado está equalizado quanto à oferta. Estamos com um vasto mix de ofertas a cada semana, sempre procurando alterar o máximo os itens em promoção — analisou o gerente da loja que pertence a uma rede, Walter Wagner. 

Comentários
×