Ocupação hospitalar se aproxima de 90%

UPA está com 109% dos leitos preenchidos; município registra mais duas mortes

Bruno Bueno

A situação da covid-19 em Divinópolis continua preocupante. Segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), na tarde de ontem, 7, o Município está com sua ocupação hospitalar geral próxima dos 90%. Conforme o boletim, dos 302 leitos disponíveis para atender pacientes com covid-19, somente 36 estão vagos, apresentando uma ocupação de 88,08%.

A Prefeitura fez um apelo à população para que ajude a conter o avanço da doença na cidade.

 — A situação continua muito delicada na rede hospitalar, de Divinópolis e de toda região, tanto na rede pública quanto na privada. Por isso, é fundamental que a população continue mantendo as medidas de isolamento social, uso contínuo de máscara e frequente higienização das mãos — afirmou a nota.

UPA

A UPA Padre Roberto atingiu na tarde de ontem 109,38% de ocupação. Na enfermaria adulta, dos 32 leitos disponíveis, 35 estão ocupados. Já no CTI adulto, a ocupação está em 100% com 30 leitos lotados. A enfermaria infantil está com ocupação de 12,5% com um dos oito leitos ocupados.

São João de Deus - SUS

O Complexo de Saúde São João de Deus atende pacientes com covid em duas alas: SUS e particular. Na ala SUS, a situação se mantém bem crítica. O CTI adulto está com ocupação de 95%, com apenas uma vaga disponível. 

Já na enfermaria adulta, a ocupação é de 83,33%, com 30 dos seus 36 leitos ocupados. O CTI infantil registra 50% de ocupação.

São João de Deus - Particular

Na área particular do São João de Deus, o CTI Adulto está, hoje, com 62,5% de ocupação, apresentando 9 vagas disponíveis para atender pacientes. Na enfermaria adulta, a ocupação está em 71,43%, com 20 de seus 28 leitos ocupados.

Santa Lúcia

O Hospital Santa Lúcia, localizado no bairro Santa Clara, tem uma situação desesperadora. Mesmo com mais quatro leitos sendo remanejados, a ocupação atingiu 140% no CTI Adulto. 

Na enfermaria adulta também houve remanejamento de leitos, fazendo com que a ocupação passasse de 29 para 33 leitos. Essa ala está com 113% dos leitos preenchidos.

Santa Mônica

O Hospital Santa Mônica não tem vagas disponíveis no CTI Adulto, visto que todos os seus 20 leitos estão ocupados. A enfermaria adulta tem apenas 8 vagas disponíveis, apresentando 66% de ocupação. 

São Judas Tadeu

O Hospital São Judas Tadeu, localizado na região central da cidade, também vive uma situação preocupante. A enfermaria adulta está com apenas uma vaga disponível para atender pacientes com covid-19, representando 95% de ocupação dos leitos.

O CTI Adulto tem uma situação semelhante, com 10 dos seus 11 leitos indisponíveis e 91% de ocupação.

Duas mortes

Aliadas à superlotação, as perdas de vidas seguem na cidade. A Prefeitura  confirmou ontem à tarde, a morte de mais duas pessoas em decorrência do coronavírus. 

O primeiro óbito confirmado é de um homem, de 72 anos, portador de diabetes, doença cardiovascular crônica, hipertensão arterial e obesidade. Morreu no último dia 6. Uma mulher de 57 anos, hipertensa e portadora de asma também morreu no último dia 26.

Com os registros, Divinópolis alcançou a marca de 245 vidas perdidas pela doença desde o começo da pandemia.

Dados

Conforme boletim epidemiológico divulgado na tarde de ontem, Divinópolis chegou a marca de 9.532 casos confirmados de covid-19. São 4.415 registros em homens e 5.117 em mulheres. Nos casos notificados, o Município tem 53.444 registros, sendo 24.171 em homens e 29.273 em mulheres. 

Segundo a Prefeitura, já são 2.093 casos descartados na cidade e 7.918 pacientes recuperados da doença.



 

Comentários
×