Obras da Nascentes causam dano a moradia

 

Matheus Augusto

O avanço das obras da AB Nascentes das Gerais causou prejuízo a uma moradia. Parte do muro que cerca o terreno caiu após uma ação da concessionária no local. O incidente ocorreu na avenida Governador Magalhães Pinto, no bairro Gafanhoto, próximo de onde as obras de duplicação começaram e já estão avançadas.

Nas fotos, é possível perceber as consequências. Folhagens e galhos caíram dentro do terreno. Além disso, parte do muro cedeu, criando uma abertura na área. O neto de uma das moradoras, Douglas Vaz Tavares, informou que os dois cachorros, que ficam soltos devido à segurança oferecida pelo muro, fugiram. Um deles, inclusive, chegou a ser atropelado.

Avaliação

Ainda de acordo com Douglas, em contato com a concessionária AB Nascentes das Gerais, ficou determinada a visita, às 16h de ontem, de um representante da empresa no local. O funcionário ficou responsável por avaliar a situação e tomar conhecimento do caso, bem como registrar os danos causados na propriedade e quais medidas serão adotadas a fim de compensar a moradora.

Segundo informou Maria Luiza Aparecida Tavares Resende, uma das moradoras do terreno, durante o encontro, o representante da concessionária explicou que o caso foi acidental.

— Ele nos orientou a marcar uma reunião no escritório da Nascentes. O projeto [das obras no local] não nos foi apresentado. Referente ao muro, ele disse que amanhã [hoje], por volta das 8h, irão arrumar. Mais uma noite que o terreno ficará aberto — contou.

Sobre levar a questão à Justiça, Maria afirma que a decisão vai depender da posição da empresa durante o encontro.

— Vamos aguardar a reunião, que iremos agendar o mais rápido possível. Vamos ouvir, para depois decidirmos — explicou.

O neto da moradora também afirmou que ninguém da família foi informado sobre a ação promovida pela concessionária no local.

Nascentes

A empresa explicou que um novo muro será construído para compensar o dano causado.

— A concessionária AB Nascentes das Gerais informa que enviou técnicos à propriedade citada para avaliar o dano ao muro, próximo ao trecho das obras de implantação do acesso ao Distrito Industrial, altura do km 119 da MG-050. Após averiguação, foi detectado o dano e a concessionária já está providenciando o fechamento provisório do muro, com tapumes, até a aquisição dos materiais (placas de concreto) para recuperação definitiva do muro — explicou.

Ainda segundo a empresa, no trecho da ocorrência haverá desapropriações, mas não informou se a residência afeta será uma das afetadas nem como será feito esse processo.

— Neste ponto da MG-050 onde estão sendo executadas as obras de duplicação e a primeira etapa das obras de acesso ao Distrito Industrial, haverá desapropriações para instalação de uma passarela no km 119+408 — informou. 

 

 

 

Comentários
×