O Pré-Carnaval da terrinha

Amnysinho Rachid

A terrinha foi entregue, neste fim de semana, aos mandamentos de Momo e a alegria tomou conta da cidade.                                                                 Como não agradecer ao grande idealizador do ressurgimento do Carnaval em nossa Divinópolis, Cléo, do Bloco do Cléo? Em uma tirada de mestre, cinco anos atrás, colocou o bloco na rua, literalmente, trazendo de volta a alegria do povo, há muito esquecida.

       Para este ano foi elaborada a mudança da festança para a rua Pitangui, tirando, desta maneira, a confusão do Centro da cidade. Uma alteração perfeita que organizou e deu segurança aos participantes. A festa foi linda, levando para a rua na média de 90 mil foliões, um povo bonito que, na sua maioria, queria mesmo era se jogar no Carnaval.

       Neste ano, o que não faltou foi criatividade e blocos na rua. Tinha para todos os gostos e sabores, desde os infantis até os de rock em ritmo de samba: Caveiras, Haja Amor, Bloco do Cléo, Barteria, Bloco do Cipó, Bloco do Samba e o delicioso Uirapuru, com sua versão carnavalesca, Uirapirô.

      O que não faltou neste fim de semana foram opções para a alegria carnavalesca na nossa “Divineia” desenfreada. O nosso começou já com uma explosão de alegria na sexta-feira, 14, no Estrela do Oeste, com Barteria e a espetacular Tyzzora Cega, lembrando os bailes lotados do clube.

      Já no sábado, 15, nossa opção foi uma festa realizada no espaço do Marcos Bão e sua Katia, Paraíso Espetaria, um lugar delicioso que fica ali no fim da Divino Espírito Santo. Com o tema Paraíso Folia, a festança contou com o Bloco Uirapirô. Assim que fui avisado pela amiga e vizinha Zilma, já notei que a festa ia ser tudo de bom e mais alguma coisa, e não deu outra.

        O grupo Uirapirô, formado pelos amigos Gê Lara, Claudinho e sua equipe de primeira, cantou marchinhas de Carnaval e fez com que a alegria tomasse conta do lugar.

       Ao chegar, me senti como se tivesse voltado no tempo, pois ali encontrei meus grandes amigos de infância, adolescência e tudo mais que marcou minha vida. De cara, já na entrada, encontrei com o amigo Cassiano e já avistei a mais animada das folias, Denise Amarante, que, além de dançar, criava coreografias para a gente executar, quase nos matando.

         Brilhou também o bloco Haja Humor, formado pelas meninas Cibele, Midori, Carla, Cassinha, Gugu, Siomara, Leila, Juliana, Giuvania, Silvana e muito mais numa animação total.

 Aí foi correr para o abraço dos amigos das antigas: Panela, Beto Sousa e Liliane, Maria Adriana e Grilo, Zilma e Indio, Celinho e Simone, Gerson e Marcia, Ana e Will, Denise e Teia, Cristiane e Vicente, Monica e Levi, Cleo e Juliana, Daniela e Sergio, Renatinho Pardini e Janaina, Tina e Rinaldo, Jaqueline e Leu.

        Ali na folia, cada hora você encontrava com uma turma: Lais e Mucinho, Tais, Flavia e Ronaldo, Gê e minha prima Shirley todos se jogando na folia.

      Deliciosamente, descobrimos que o Carnaval foi uma invenção do Diabo, que Deus abençoou... Pois trocaram o coração da minha sogra, puseram o coração do jacaré...

      E nós continuamos aqui, tendo o melhor imóvel para você... Tok Empreendimentos, rua Cristal, 120, Centro.

 

 

Comentários
×