Número de acidentes envolvendo animais soltos na rodovia é alto

 

Anna Lúcia Silva

Trafegar na velocidade estipulada nas rodovias garante a segurança de motoristas e evita acidentes graves como aqueles que envolvem animais na pista, que têm representado uma crescente em Divinópolis, como apontam dados da Polícia Militar Rodoviária (PMR).

De acordo com o comandante da 7ª Companhia de Polícia Militar Rodoviária (PMR), major Alexsander de Oliveira Silva, só neste ano, já foram registrados 27 acidentes envolvendo animais na pista, sendo que, destes, três terminaram com mortes.

Ainda como detalha o major, dos 27 acidentes, 24 tiveram vítimas com escoriações e ferimentos graves. Conforme os dados da PMR, em 2018, foram 124 acidentes nos 12 meses e, por isso, os números apontam uma preocupação quanto à negligência dos motoristas em trafegar acima do limite permitido, uma vez que a velocidade correta garante a possibilidade de reduzir e evitar colisões com animais.

Segundo a PMR, os acidentes são variados e envolvem cães, animais silvestres, mas os mais graves são aqueles que envolvem vacas e cavalos, pois o impacto equivale a uma colisão com barreira fixa.

— Os condutores de veículos devem manter sempre direção preventiva, sendo que, quanto menor a velocidade, maior seu tempo de reação, podendo, assim, minimizar a gravidade do acidente ou até mesmo evitá-lo. A preocupação da Polícia Militar Rodoviária é preservar vidas humanas e também dos animais — destacou.

Legislação

Mesmo que sejam poucos os dispositivos legais que abordam acidentes com animais nas vias públicas, é claro que a responsabilidade do animal solto e sem guia é exclusivamente do dono. Eles devem estar sempre acompanhados para que não imponham nenhum risco à segurança.

Norma

De acordo com o artigo 53 do Código Brasileiro de Trânsito, os animais isolados ou em grupos só podem circular nas vias quando conduzidos por um guia, observado o deslocamento, tamanho moderado e separados uns dos outros por espaços suficientes para não obstruir o trânsito. Os animais que circularem pela pista de rolamento deverão ser mantidos às margens da pista e não podem permanecer sozinhos na via pública sem cuidados por parte de um guia.

Comentários
×