Número de acidentes com vítimas durante o feriado é 33% menor do que no ano anterior

Dados são de Minas Gerais; prisões por embriaguez aumentaram 109% e mortes caíram 16%

Bruno Bueno

O número de acidentes com vítimas nas rodovias durante o feriado de 7 de setembro em Minas Gerais foi 33% menor do que no ano anterior. É o que indica o balanço da operação Independência, deflagrada pela Polícia Militar Rodoviária (PMRV) em todo o estado entre os dias 3 e 7. Segundo informações divulgadas pela corporação, 127 ocorrências foram registradas, 42 a menos do que os 169 acidentes com vítimas de 2020.

Ainda segundo a PMRV, as mortes em acidentes de trânsito também caíram. Ao longo dos dias de operação, foram confirmados 25 óbitos, número 16% menor do que no último ano. Além disso, 224 prisões por embriaguez ao volante foram deflagradas pelos militares durante a operação. O número é 109% maior do que no ano anterior. 

Outras prisões

No balanço oficial, a PMRV também aponta um aumento de 20% no número total de prisões e apreensões durante o feriado. Ao todo, 457 ocorrências foram registradas nesse quesito. Dentre elas, se destacam as 26 prisões de foragidos da Justiça ‒ número 188% maior do que em 2020 ‒ e as 26 prisões por tráfico de drogas.

Dezesseis armas de fogo foram apreendidas. Além disso, aponta a PMRV, 79 ocorrências de uso e consumo de drogas foram deflagradas pela polícia durante os cinco dias de operação.

Outras ocorrências

Para finalizar o balanço, a Polícia Militar Rodoviária também forneceu o número de veículos removidos durante os cinco dias da operação Independência. Foram 308 ocorrências dessa natureza. 

Durante as blitz policiais, 46 veículos considerados adulterados foram removidos para os pátios credenciados da PM. O dado representa um aumento de 110% em relação a 2020. Além disso, 466 carteiras de motoristas com irregularidades foram recolhidas pela PMRV, número 12% maior do que no ano anterior.

Centro-Oeste

O comandante da 7ª Companhia da Polícia Militar Rodoviária e principal responsável pela ação na região Centro-Oeste, capitão Hélcio Tavares Resende, deu mais detalhes sobre a atuação dos militares durante a operação Independência em Divinópolis e região.

— Essa operação, que ocorreu em todo o estado de Minas, empregou mil policiais militares e 200 viaturas. No Centro-Oeste, que engloba Divinópolis e outras 50 cidades, na 107ª Companhia, atuamos com 100 policiais e 20 viaturas. Apreendemos armas de fogo, drogas e realizamos várias ações para prevenir acidentes de trânsito — disse.

Ele também comentou em quais locais a Polícia Militar Rodoviária mais atuou no combate à criminalidade na região Centro-Oeste.

— Atuamos nas rodovias mais movimentadas da região. No Centro-Oeste, participamos na MG-050 e na BR-354, que vem de Candeias, atravessa a própria MG-050 e chega na BR-262. Essa é nossa área de atuação. As operações aconteceram desde sexta-feira da semana passada e se estenderam até a última terça-feira — explicou.

Acidentes

Apesar do trabalho da Polícia Militar Rodoviária, em todo o estado e na região Centro-Oeste, durante o feriado, dois graves acidentes tiraram a vida de motociclistas em pontos distintos da MG-050, em Divinópolis e Itaúna.

Na noite do último domingo, 4, um homem de 27 anos morreu após sofrer um grave acidente na rodovia, próximo ao bairro Icaraí, em Divinópolis. Segundo informações do Samu, a vítima caiu de moto enquanto dirigia pela estrada. O homem apresentou trauma facial grave, escoriações no rosto, peito e abdômen, e teve uma parada cardiorrespiratória. As equipes do Samu tentaram, por 40 minutos, ressuscitar o homem, no entanto, a vítima não reagiu e morreu no local.

Um outro acidente também tirou a vida de um motociclista na região. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima de 44 anos bateu na traseira de uma carreta que estava estacionada próximo ao km 85 da MG-050, no bairro Jadir Marinho, em Itaúna. Ele foi levado às pressas para o Hospital Manoel Gonçalves, mas não resistiu e morreu.

Comentários
×