Novo presidente da Acasp toma posse em Divinópolis

Da Redação

A Associação Comunitária Para Assuntos de Segurança Pública (Acasp) tem nova diretoria. A posse da nova direção foi realizada na manhã desta quarta-feira, 28, durante a reunião semanal da Acasp, realizada na Acid. A nova diretoria terá o comando do empresário Breno Clementino, que era vice-presidente da gestão anterior.

 Durante seu discurso de posse, Breno destacou a importância do cargo e a oportunidade de servir Divinópolis. Entre as ideias, está a criação de uma sala de atendimentos para discutir junto ao conselho técnico temas relacionados à segurança pública, seja antes ou depois das reuniões.

— Vamos fazer esta gestão eficiente, transparente e organizada. Como sou de Divinópolis, de uma família divinopolitana, é mais que uma obrigação poder em algum momento servir a cidade. Meu objetivo é prestar um bom serviço à comunidade — disse o novo presidente.

A reunião

Participaram da reunião pelo conselho técnico representantes do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes. Representando o corpo de Bombeiros, capitão Brandão falou sobre o Curso de Formação de Instrutores Brigadistas. As inscrições terminam nesta quinta-feira, 28. Mais informações no site do Corpo de Bombeiros.

A Polícia Militar, por meio do tenente Wendel, falou sobre a importância do programa Celular Seguro. Em uma página na internet, o cidadão cadastra os dados pessoais e o Imei (número de série) do celular. A PM acredita que com o cadastro e notificação de roubo no programa, as chances de um celular ser recuperado em ações policiais aumenta de forma considerável.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, por meio do gerente de trânsito Lucas Lopes, destacou o sucesso das ações realizadas pela Settrans para a distribuição de antenas aos motociclistas, visando à proteção contra a linha chilena e o cerol. Por fim, o delegado Marcelo Nunes Júnior, da Polícia Civil, destacou o trabalho que vem sendo realizado na cidade mesmo com a dificuldade do baixo número de delegados no município.

Comentários
×