Novo diretor e renúncia marcam semana do Bugre de Porto Velho

Vice-presidente entrega o cargo e novo diretor de comunicação é anunciado

José Carlos de Oliveira

O início de mandato de Nivaldo Batista, o Araújo, à frente dos destinos do Guarani não está sendo nada fácil. Depois de anunciar e horas depois desmentir a contratação de dois treinadores – Coutinho e Cláudio Adão –, o presidente teve que abrir mão de atletas também já dados como certos. Entre tantas incertezas, sobrou também para o antigo diretor de futebol, Carlos Alberto Muniz Júnior, que acabou demitido do cargo, depois de tantas trapalhadas.

Para o seu lugar foi efetivado Gilberto Souto, então gerente de futebol, que já era da casa e conhece mais de perto como acontecem as coisas no Bugre de Porto Velho.

Renúncia

No feriado de 7 de Setembro, a diretoria teve outra baixa. Alegando compromissos na vida particular que o impossibilitam de ter mais tempo para o Guarani, Bruno Quirino renunciou ao cargo de vice-presidente do clube. 

Diretor de comunicação

Para lidar com esta avalanche de informações que é o futebol, o presidente Araújo contratou um novo membro para a sua diretoria. Orlando Rosca, comentarista esportivo em uma rádio da cidade, e que já trabalhou no Guarani em épocas passadas com preparador físico, será o diretor de comunicação. Será dele a partir de agora a tarefa de manter a imprensa bem informada sobre tudo que rola nos bastidores do alvirrubro.

 

Comentários
×